terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Sopa de bacalhau e marisco

Hoje o dia começou bem cinzento e, felizmente, a chuva deu o seu ar de graça. Digamos que já por várias vezes tinha sido anunciada e ameaçava mas, hoje, lá se decidiu a realente a aparecer. Agora, é rezar para que venha para ficar e que se infiltre bem no solo. Entre o trabalho, a reunião de hoje e o cinzento do dia precisava de "cor" que fui buscar a uma reconfortante sopa de bacalhau e marisco.




Como já devem ter percebido sou fã destas sopas coloridas, nutritivas e que me aquecem o coração.
A receita foi adaptada de uma que vi na MP de novembro de 2016 e fica realmente muitooo boa!!!
E vocês, o que acham destas sopas?!?
Até breve!!! ❤

Ingredientes: (6-8 porções)
15g de coentros
1 embalagem de Miolo de camarão grande Pescanova
1/2 embalagem de Bacalhau Desfiado Pescanova
700g de água + q.b.para cozer
20g de vinho branco
1 colher de chá de sal
35g de azeite
1 cebola
200g de tomate em pedaços
10g de açúcar amarelo
100g de pimento cortado em cubos (usei vermelho e verde)
1/2 malagueta (opcional)
1 caldo de peixe
60g de massa tipo cotovelinhos

Preparação Bimby:
Colocar no copo os coentros, picar 3 seg/ vel 6 e reservar.
Para o fumet, depois de deixar descongelar o camarão, retirar as cabeças e  as cascas e colocar no copo com a água, o vinho branco, o sal e programar 8 min/ 100ºC/ vel 2. Coar o fumet com a ajuda do cesto e reservar.
Colocar no copo a cebola e picar 5 seg/vel 5. Baixar os resíduos, adicionar o azeite e programar 5 min/ varoma/ vel 1.
Juntar o tomate, o açúcar, o pimento e o caldo de peixe. Pesar o fumet e adicionar água até perfazer 1200g. Colocar a varoma com o bacalhau desfiado e o miolo de camarão (previamente descongelados) e aquecer 15 min/varoma/ vel 1.
Adicionar a massa e envolver com a ajuda da espátula. e cozinhar 12 min/varoma/ vel colher inversa. (Nota: Eu prefiro colocar menos tempo e verificar a cozedura da massa e, se necessário, programar mais uns minutos).
Juntar o bacalhau desfiado e miolo de camarão à sopa, envolver bem e servir polvilhado com coentros.

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Pãezinhos recheados com linguiça e camarão

Aos fim-de-semana adoro por-me a inventar e desta vez fiz uns pãezinhos recheados com linguiça e camarão.
A ideia destes pãezinhos individuais é fantástica para jantares em que queremos agradar a "gregos e troianos" e podemos fazer vários com recheios diferentes.




O que acham do aspecto dos meus pãezinhos?!?
Fica uma entradinha bem agradável!!!
Até breve!!! ❤

Ingredientes: 
2 pãezinhos
Vaqueiro com alho
1/2 cebola
1 linguiça
Queijo mozarela ralado q.b.
Queijo emmental ralado
Natas light q.b.

Preparação:
Abrir um buraco no meio de cada pãozinho e retirar o miolo, criando um cesto de pão oco por dentro;
Cortar a côdea retirada e fazer tostas. Reservar.
Numa frigideira, com a vaqueiro com alho, refogar a cebola picada bem fina. Juntar a linguiça cortada em rodelas finas e deixar saltear um pouco.
Juntar o miolo de camarão descongelado e deixar saltear. Quando pronto, colocar a escorrer a gordura (em papel absorvente, por exemplo).
Numa taça, misturar os queijos com as natas. Adicionar a linguiça e o miolo de camarão  e voltar a envolver.
Rechear o pão com a mistura e levar ao forno pré-aquecido a 180ºC até ao queijo estar completamente derretido. PS. Levar o miolo que se retirou do pão a torrar e servir com o pão recheado!!!

domingo, 25 de fevereiro de 2018

Creme de chocolate

Andava eu a navegar pelo pinterest quando vi um creme de chocolate (tipo danettes) que me chamou à atenção porque o M* adora. Fui ver a receita e, quando dei por mim, estava a reunir os ingredientes e a preparar a receita.
Ah, pois... embora o post só esteja a ser publicado agora, isto aconteceu na interrupção lectiva na altura do dia dos namorados daí a decoração!!! :D

 



A receita que segui foi a do blog "Chic, chic chocolat" e ficou bem cremosa e com um intenso sabor a chocolate. Não é exactamente igual a um danette mas ao ser homemade é bem mais saudável para o M* (e para mim!).
Aos poucos, pode ser que eu consiga ir fazendo adaptações de modo a ficar ainda mais a nosso gosto.
Espero que tenham gostado da sugestão. 
Até breve!!! ❤

Ingredientes:
500ml de leite gordo
2 ovos
80g de chocolat noir (usei Pantagruel)
15g de cacao magro
80g de açúcar (eu reduzi para 60g)
20g de farinha

Preparação Bimby:
Colocar todos os ingredientes no copo e programar 10 minutos/ 90ºC/ vel 3.
Verter o creme em taças, deixar arrefecer e depois colocar no frigorífico.
Na altura de servir, decorar a gosto. 

sábado, 24 de fevereiro de 2018

Filetes panados com arroz de tomate

Adoro os fim-de-semana, o estar em casa e ter tempo para me dedicar às refeições. Hoje deixo-vos algo bem simples mas muito bom: filetes panados com arroz de tomate. 
Gosto tanto!!!



E vocês, gostam deste tipo de refeições?!?
Desde que não se note muito o tomate (daí eu o ter triturado) até o M* adora!!!
Até breve!!! ❤

Ingredientes para os filetes panados:
Sumo de limão
Leite q.b.
2 ovos
Farinha q.b.
Sal e pimenta q.b.

Ingredientes para o Arroz de tomate:
1 cebola pequena
Azeite q.b.
1 tomate grande pelado e partido aos pedaços
1 copo de Arroz Agulha Bom Sucesso
2 copos e meio de água
2 c. de sopa de Polpa de Tomate Compal da Horta
Pimenta q.b
Sal q.b

Preparação:
Picar a cebola, adicionar o azeite e deixar refogar até alourar;
Estando pronto o refogado, adicionar o tomate aos pedaços (eu triturei por causa do meu filhote) e a polpa de tomate, misturar com uma colher de pau e temperar com sal e pimenta;
De seguida, adicionar a água (de preferência quente) e deixar levantar fervura;
Colocar o arroz e deixar cozer, mexendo de tempos a tempos;
Retificar os temperos e, quando o arroz estiver quase cozido, servir de seguida.

Entretanto, depois de descongelados, temperar os filetes com sal, pimenta e sumo de limão e colocar numa travessa com um pouco de leite.
Preparar o polme com os ovos e a farinha e tempere a gosto.
Retirar os filetes da "marinada" e secá-los bem com papel absorvente.
Passar os filetes pelo polme e fritar em azeite quente, até ficarem com uma cor dourada. 
Retire e coloque-os em cima de papel absorvente, durante alguns segundos, para retirar o excesso de azeite.
Servir os filetes acompanhados pelo arroz de tomate.

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

Argolas do mar com molho de tomate com linguine negro

Ontem almocei sozinha... Aproveitei a manhã para adiantar as coisas  e decidi fazer algo bem rápido para o meu almoço: argolas do mar em molho de tomate com linguine negro.
Hummm gosto tanto e além disso acaba por ser uma opção bem saudável pois as argolas do mar apresentam um baixo teor de gordura e alto teor proteíco !!!



 Quanto a esta receita, costumo fazê-la de forma tradicional mas também já a fiz na Bimby (podem ver receita aqui).
E do meu prato para massa, novo gostam?!? Eu adoro, é da DeBorla!!! ❤

Ingredientes: (3 doses)
1 embalagem de Argolas do Mar Pescanova
1 cebola grande
1 lata de tomate em pedaços 
Polpa de tomate q.b.
35g Azeite + 1 fio de azeite para a massa
Sal q.b.
Pimenta q.b.
Ramo de manjericão (para decorar)
Linguine com tinta de choco q.b.

Preparação tradicional:
Cortar cortar a cebola em rodelas finas e colocar num tacho com o azeite;
Deixar refogar durante uns minutos (eu deixo a cebola ficar alourada);
Adicionar o tomate em pedaços e um pouco de polpa de tomate (opcional), temperar com sal e pimenta e deixar refogar mais uns minutos (Se começar a "secar" demais acrescentar um pouco de água);
Quando o tomate estiver quase pronto, e se necessário, rectificar os temperos, adicionar as argolas de lulas e deixar cozer (cozem rápido!!!);
Entretanto, colocar a massa a cozer em água com sal e com um fio de azeite, durante o tempo referido na embalagem;
Quando tudo estiver pronto, servir as lulas sobre o linguine decoradas com manjericão!

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Duo de panna cotta de iogurte e gelatina de frutos vermelhos

Quando as semanas exigem muito de nós eu preciso de um miminho para me animar. Não sei se acontece o mesmo convosco mas comigo vai funcionando. Desta vez, e porque durante a semana tento controlar-me, optei por um duo de panna cotta de iogurte e gelatina de frutos vermelhos




Sacia a vontade de doce mas tem poucas calorias!!! 
Ouro sobre azul!!! E servida em taças ou nestes frascos (DeBorla) fica linda.
Beijinhos!!! ❤

Ingredientes: (para 4-5 taças)
1 embalagem de preparado em pó para gelatina zero de frutos vermelhos Condi
400 ml (ou 400 g) de iogurte grego magro não açucarado
Stevia q.b. (ou outro adoçante)
Água q.b.

Preparação tradicional:
1-Aquecer o iogurte juntamente com a stevia numa caçarola (caso use iogurte açucarado não será necessário acrescentar stevia ou outro adoçante) e mexer até esta se dissolver por completo.
2- Adicionar metade da embalagem de gelatina (cerca de 14 g) ao iogurte quente e mexer bem com uma vara de arames de modo a dissolver.
3- Verter a mistura até meio das taças ou recipientes onde se vai servir a gelatina e levar ao frigorífico até estar bem firme.
4- Quando a panna cotta estiver bem sólida, preparar o resto da embalagem da gelatina. Para isso, usar 1/4 de litro (250 ml) de água a ferver, mexer até dissolver totalmente, juntar 1/4 de litro (250 ml) água fria, mexer novamente e colocar por cima da panna cotta.
5- Levar ao frigorífico ganhar consistência.

Preparação Bimby:
1- Colocar no copo da bimby o iogurte e a stevia e programar 6 min/80ºC/vel 3;
2- Adicionar metade da embalagem de gelatina (cerca de 14 g) ao iogurte quente e programar mais 15 seg/vel 6;
3- Verter a mistura até meio das taças ou recipientes onde se vai servir a gelatina e levar ao frigorífico até estar bem firme.
4- Quando a panna cotta estiver bem sólida, preparar o resto da embalagem da gelatina. Para isso, usar 1/4 de litro (250 ml) de água a ferver, mexer até dissolver totalmente, juntar 1/4 de litro (250 ml) água fria, mexer novamente e colocar por cima da panna cotta.
5- Levar ao frigorífico ganhar consistência.

sábado, 17 de fevereiro de 2018

Bolo mágico de Nutella

Estou viciada nos bolos mágicos... 
Depois do bolo mágico de chocolate, do bolo mágico de baunilha, do bolo mágico de côco e do bolo mágico de lima e sementes de papoila hoje trago-vos aquele que foi a nossa sobremesa do jantar do Dia dos Namorados: bolo mágico de Nutella.






A receita deste bolo, em versão tradicional, usei a do livro Bolos Mágicos e depois, foi só adaptar para fazer na Bimby!


O livro é fabuloso e não é caro. 
Se quiserem saber mais sobre o livro é só ver aqui!!!
Espero que tenham gostado da sugestão!!! ❤

Ingredientes:
4 ovos
1 colher de sopa de água
100g de Nutella
450g (45 cl) de leite à temperatura ambiente
80g de manteiga derretida e já morna
100g de açúcar (usei 80g)
90g de farinha
1 pitada de sal

Preparação Bimby:
Untar a forma com manteiga uma forma redonda (usei uma com cerca de 20 cm de diâmetro) e não sendo de silicone, forrar com papel vegetal. Ligar o forno a 150ºC.
Colocar a borboleta no copo bem limpo e seco e bater as claras, sem o copo, com uma pitada de sal, 8 min/ 37º C/ Vel. 3.5. Retirar e reservar.
Colocar um recipiente na tampa da Bimby, pesar o leite e reservar.
Com a borboleta, bater as gemas com o açúcar e a água programando 4min/Vel. 3.5. Adicionar a Nutella e bater mais 2min/ 37ºC/ Vel 3,5.
Juntar a manteiga derretida e misturar 1 min/37ºC/ Vel 3. Juntar a farinha (peneirada) e o sal e bater mais uns minutos.
Adicionar o leite reservado gradualmente através do bucal e com a Bimby na Vel 3.
Colocar numa taça o preparado e incorporar, delicadamente, as claras em castelo reservadas. Deitar a massa na forma untada e alisar a parte superior. 
Levar ao forno, a 150ºC, durante 50 minutos (ao sair do forno o bolo está pouco firme!). levar ao frigorífico pelo menos durante 2 horas (o ideal é deixar durante a noite) para solidificar a apurar sabores. Servir fresco.


Preparação Tradicional:
Untar a forma com manteiga uma forma redonda (usei uma com cerca de 20 cm de diâmetro) e não sendo de silicone, forrar com papel vegetal. Ligar o forno a 150ºC. 
Bater as claras em castelo com o sal e reservar; 
Bater as gemas com o açúcar e a água até obter uma mistura esbranquiçada. Adicionar a Nutella e envolver bem.
Derreter a manteiga e incorporar no preparado. 
Juntar a farinha (peneirada) e o sal e bater mais uns minutos. Deitar gradualmente o leite, mexendo sempre.
Incorporar as claras em castelo delicadamente no preparado. Deitar a massa na forma untada e alisar a parte superior. 
Levar ao forno, a 150ºC, durante 50 minutos (ao sair do forno o bolo está pouco firme!). levar ao frigorífico pelo menos durante 2 horas (o ideal é deixar durante a noite) para solidificar a apurar sabores. Servir fresco e, se quiser, polvilhar com açúcar em pó.

terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

Caril de camarão

Para mim, receitas para celebrar o Amor têm de ter condimentadas. Hoje trago-vos algo que adoro, um caril de camarão.
Na verdade é bem fácil de fazer e fica sempre bem. Depois, só têm de lhe dar um toque (ou empratamento) adequado à situação.




Quanto à receita, adaptei-a do Mundo de Receitas Bimby.
Espero que gostem!!! <3

Ingredientes: (4 doses)
2 embalagens de miolo de camarão Pescanova
35g azeite
2 cebolas grandes
1 malagueta verde
10g coentros frescos
20g gengibre em pó
2 dentes de alho
2 c. chá de cominhos
2 c. chá de coentros moídos
0,5 c. chá de açafrão da Índia
1 c. chá de sal
70 g polpa de tomate
300g leite de coco
Arroz agulha Bom Sucesso

Preparação Bimby:
Colocar no copo o azeite e programe 1 min/Varoma/vel 1. 
Adicionar as cebolas, a malagueta, os coentros frescos, o gengibre, os alhos e picar 10 seg/vel 5. Com a ajuda da espátula, fazer descer os resíduos que ficaram nas paredes do copo. 
De seguida refogar 5 min/Varoma/vel 2, sem o copo de medida. 
Juntar os cominhos, os coentros, o açafrão, o sal e programar 5 min/100ºC/vel 2, sem o copo de medida.
Adicionar o camarão, a polpa de tomate, o leite de coco e envolver bem com a espátula. Programar 12 min/100ºC/ vel colher inversa.
Servir com arroz agulha Bom Sucesso.

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

"As canções Top"

Se há coisa de que gosto para além da culinária e da fotografia, são livros e, como tal, tento incutir ao meu filhote essa paixão. 
Na sexta-feira chegou cá a casa o livro "As canções Top" escrito por um dos mais importantes nomes da literatura infantil e juvenil em Portugal, Luísa Ducla Soares, 
As canções TOP! dá a conhecer 35 canções, pensadas para ajudar os jovens leitores a aprender as letras e os números de forma divertida.


Este livro inclui um CD e o acesso à app Porto Editora Kids que permite ouvir e ver os TOP! a interpretarem estas canções e também aceder às versões em karaoke, para cantar com toda a família.
Desde 1 de fevereiro nas livrarias!!! 
Obrigada, Porto Editora pelo miminho, o M* adorou o livro mas a app é mesmo TOP!!! ❤

domingo, 11 de fevereiro de 2018

Medalhões com molho cervejeiro e batatas mediterrâneas

Depois de tanto trabalho chega um fim-de-semana prolongado e com ele a vontade de mimar a família com comida de conforto. Desta vez, uns medalhões com molho cervejeiro e batatas mediterrâneas.




As batatas fi-las no forno, para serem mais saudáveis, e têm um sabor fantástico pois são confeccionadas com a pele e foram polvilhadas com ervas aromáticas.
O que acham desta sugestão?!?
Nós gostamos muito!!!
Beijinhos!!! ❤

Ingredientes:
4 medalhões de vaca
2 dentes de alho
2 dl de natas
1 dl de leite
1 cerveja (33 cl)
2 colheres de margarina
2 colheres de mostarda
1 colher de farinha maisena
1 caldo de legumes
Pimenta
Batatas mediterrâneas McCain

Preparação:
Temperar os medalhões com os dentes de alho picados grosseiramente, sal e pimenta;
Colocar uma frigideira ao lume com a margarina, deixar derreter, juntar os medalhões e deixar fritar de ambos os lados. Retirar e reservar;
Adicionar a mostarda na frigideira, juntar também o caldo de legumes desfeito e a cerveja e deixar evaporar até ao álcool evaporar;
Dissolver a farinha maisena no leite, adicionar as natas e mexer. Adicionar a mistura à frigideira e deixar engrossar, mexendo sempre;
Acrescentar novamente os medalhões, e deixar aquecer bem. 
Entretanto, aquecer o forno a 200ºC e levar as batatas a cozinhar durante cerca de 15 minutos.
Servir decorados a gosto e acompanhados pelas batatas mediterrâneas.