quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Cheesecake Nova Iorque com coulis de mirtilos

As férias vão passando rapidamente e nos momentos em que estamos por casa aproveitamos para estar entre amigos.
Para os receber faço sempre uns miminhos como este cheesecake Nova Iorque com coulis de mirtilos.




Este cheesecake é muito bom mas rende pouco. O da fotografia foi feito numa forma com cerca de 20 cm de diâmetro e, caso usem uma forma maior, aconselho a que dupliquem a parte do recheio.
A meu ver, o coulis de mirtilos (ou outro a gosto) eleva este cheesecake a outro nível embora o possam servir sem cobertura.
Espero que tenham gostado!!!
Até breve!!! 💓

Ingredientes:
Base:
150g de bolacha Maria
75g de manteiga à temperatura ambiente

Recheio:
200g de natas
75g de açúcar
350g de queijo-creme
3 ovos
Para o coulis de mirtilos: (NOTA: Podem optar por usar um doce ou compota)
200g de mirtilos congelados
50g de açúcar
Sumo de limão q.b.

Preparação Bimby:
Pré-aquecer o forno a 150ºC
Colocar no copo as bolachas e ralar 20 seg/ vel 9. Adicionar a manteiga e misturar 15 seg/vel 7. Forrar a base da forma de abrir e reservar. 
Inserir a borboleta no copo limpo e colocar as natas, o açúcar, o queijo-creme e os ovos e programar 1 min/ vel 3,5.
Colocar sobre a base de bolacha de cada forma e levar ao forno cerca de 40 minuto (para verificar deve fazer o teste do palito) .
Deixar arrefecer, e levar ao frigorífico.
Para o "coulis", colocar os mirtilos no copo ( se gostar de encontrar pedaços pode reservar alguns mirtilos). 
Adicionar os restantes ingredientes e programar  1,5 min/90ºC/ Vel. 5.
Colocar os mirtilos reservados e programar mais uns minutos até obter a consistência desejada.
Colocar o coulis sobre o cheesecake na altura de servir

segunda-feira, 19 de agosto de 2019

Salada rápida de pota

Verão rima com jantares de amigos e com petiscos... Este ano temos feito muitos convívios cá em casa e esta salada rápida de pota foi feita para um deles.



Esta é uma entrada que, como o nome indica, é rápida de fazer (pois os tentáculos já estão cosidos e é só descongelar) e que em geral, toda a gente aprecia.
Existem outras versões (tenho uma no blogue com pimentos) mas esta é uma opção mais simples. O segredo é temperar com muito e bom azeite!!!
E vocês, como fazem este tipo de saladas?
Até breve!!! 💓

Ingredientes:
1 embalagem de Tentáculos de pota cozida Pescanova
1 cebola média picada
Azeite e vinagre q.b.
Sal q.b.
Pimenta q.b.
Salsa picada

Preparação:
Deixar descongelar os tentáculos de pota e, quando descongelados, cortá-los em pedaços e colocar numa tigela.
Adicionar a cebola, a salsa e temperar com azeite, vinagre, sal e pimenta.
Envolver tudo muito bem e servir bem fresca.

sexta-feira, 16 de agosto de 2019

Peskitos no forno com massa tricolor

Estamos de férias em casa. A outra Ginja trabalha por isso eu e o M* estamos por nossa conta...
Levantamos mais tarde (à hora que o M* decidir!!!), andamos pela casa (eu a arrumar umas coisas e ele a brincar!), pelo jardim e fazemos almoços que agradem a ambos.
Desta vez decidimos que o almoço seria Peskitos no forno com massa tricolor (da Buitoni).
 


Um almoço rápido e que fez a delícia do M* que adora massa e amou os peskitos.
Não é preciso grande coisa para fazer um almoço destes mas vê-lo tão contente e a comer com tanta vontade, encheu-me o coração.
O M* ficou fã e já disse que temos de comprar mais.
Já conheciam estes douradinhos com formas marinhas da Pescanova?
Eu prefiro os com forma de 💓, claro!!! 
Até breve!!! 

Ingredientes: (2-3 pessoas)
200g de massa Eliche tricolore da Buitoni
Sal q.b.
Água q.b.
Tomate cherry e folhas de majericão para decorar (opcional)

Preparação:
Pré-aquecer o forno a 220ºC.
Sem descongelar, levar os peskitos ao forno durante aproximadamente 15 minutos.
Entretanto, colocar a massa em água a ferver temperada com sal e deixar cozer durante 10 minutos, mexendo de vez em quando. 
Servir os peskitos acompanhados pela massa tricolor e decorar a gosto.

segunda-feira, 12 de agosto de 2019

Crumble de maçã, nozes e passas

O tempo está instável... Temos um verão intermitente!!!
Se as tardes de piscina ficam comprometidas então tenho de me vingar na cozinha. 
Tenho feito várias coisas cujas as receitas já estão no blogue como néctar de maçã, néctar de pêra, brownies de chocolate mas hoje fiz um crumble de maça, nozes e passas.

  


Esta é uma sobremesa muito boa e como reduzi a quantidade de crumble acaba por não ser muito pecaminosa. Na verdade, já fiz este crumble três vezes e só agora o publico pois havia sempre algo a "lapidar" na receita. 
Embora dê algum trabalho a verdade é que o resultado final compensa. Podem optar por servir nas cocottes individuais (estas são da DeBORLA!) ou podem usar um tabuleiro grande. 
Podem saborear só o crumble mas se acompanharem com uma bola de gelado de baunilha então ficam com uma sobremesa de sonho.
Depois digam se gostaram!!!
Beijinhos!!! ❤

Ingredientes:
6 maças grandes (como estavam super doces não adicionei açúcar!)
Miolo de noz q.b.
Passas q.b.
50g de margarina (à temperatura ambiente)
50g de farinha
20g de açúcar
Canela q.b.

Preparação:
Descascar as maçãs, retirar o centro, ralar e colocar em cocottes ou num tabuleiro de ir ao forno.
Por cima colocar as passas e o miolo de noz e reservar.
Para o crumble, usei a Bimby, colocar a margarina no copo com a farinha, o açúcar e a canela e programar 5 seg/ vel 5. Deve obter uma massa areada se estiver pastosa colocar um pouco mais de farinha e repetir os 5 seg( vel 5.
Colocar o crumble sobre a maçã e levar ao forno pré-aquecido a 180ºC até estar bem douradinho.
Servir frio com (ou sem) bola de gelado de baunilha!!!

sexta-feira, 9 de agosto de 2019

Mosaico de Gelatinas Stevia

Enfim, de férias!!! 
As férias de verão são as "férias". Embora o tempo ande um pouco instável, aproveito para fazer umas limpezas mais a fundo, fazer a triagem de roupas e brinquedos para dar e claro, passar tempo de qualidade em família.
Mas se há coisa que as férias de verão pedem são sobremesas frescas e para comer sem culpa como este. mosaico de gelatinas stevia.



Eu usei apenas gelatina de morango e amora mas podem usar outros ou mesmo mais sabores. 
A vantagem desta gelatina é que é adoçada com stevia, um adoçante obtido a partir da planta cujo nome científico é Stevia rebaudiana e com muito baixo (quase nulo) teor calórico.
Esta é uma boa opção para tornar os "ataques de gula" menos pecaminosos.
Espero que tenham gostado!!!
Até breve!!! ❤

Ingredientes: 
1 saqueta de Gelatina Açucarada com Stevia sabor Morango Condi
1 saqueta de Gelatina Açucarada com Stevia sabor Amora Condi
0,5L água quente
0,5L água fria
400g iogurte grego açucarado
10g de Gelatina neutra em pó Condi

Preparação:
Preparar as gelatinas de morango e de amora conforme as instruções da embalagem e colocar cada uma delas num recipiente. Levar ao frigorífico até solidificar completamente.
Quando as gelatinas estiverem bem solidificadas, cortar cada uma delas em cubos e distribui-los, alternando as cores, pelas taças ou forma.
Para o creme branco, aquecer um pouco o iogurte açucarado numa caçarola e mexer estar homogéneo.
Dissolver a gelatina em pó num pouco de água (até 75ml) e misturar até obter a consistência de uma pasta. Colocar entre 10 a 15 segundos no micro-ondas.
Mexer a gelatina para arrefecer um pouco, juntar devagar ao iogurte e misturar bem. Reservar até estar frio mas não solidificado.
Deitar o creme branco por cima dos cubos de gelatina, agitar ligeiramente as taças para homogeneizar e levar novamente ao frigorífico até solidificar.
Decorar a gosto!

quinta-feira, 8 de agosto de 2019

Concha de S. Martinho do Porto e Duna de Salir do Porto

Na semana passada fizemos umas escapadinha com o M*. Por causa da distância e da falta de tempo optamos por não ir para o Algarve e ficarmos por S. Martinho do Porto.
Já tinha ido a S. Martinho do Porto e sabia que era uma boa opção para o M* por causa da pouca ondulação da concha e pela serenidade.






O estado de evolução/ conservação das dunas e os passadiços ao longos dos quais podemos caminhar e ver a flora dunar surpreendeu-me pela positiva. 
O que eu não sabia é que logo ali, em Salir do Porto, junto a uma praia fluvial banhada pelo Rio Tornada (ou Rio Salir) que desagua na baía de São Martinho do Porto, estava a maior duna de Portugal. Esta duna tem 50 metros de altura e, pelo que pude ver, faz a delícia dos visitantes.
Lá de cima a vista é deslumbrante, conseguimos ver toda a concha de S. Martinho do Porto.




Outra coisa que gostei em S. Martinho do Porto foi que, apesar de estarmos em agosto, não ter de "lutar" por um espaço para a toalha ou andar às voltas à procura de estacionamento.
Mas se há coisa que quero partilhar com vocês é o restaurante, pelo que percebi ainda recente, que descobrimos quase por acaso e que vale a pena visitar: o restaurante Baía Toscana (podem ver aqui).
Na nossa primeira ida ao restaurante fomos conquistados pelo prato "Terra e Mar" e, nos dias seguintes, saboreamos as pizzas caseiras (adoramos a pizza com o nome do restaurante!) e mesmo os pratos mais tradicionais e as entradinhas estavam fantásticos. A simpatia com a qual fomos recebidos também foi importante e, na sexta-feira à noite, ainda tivemos direito a música ao vivo. 
Parabéns, Baía Toscana e continuação de muito sucesso!!! ❤

sexta-feira, 12 de julho de 2019

Doce da casa

Quem não gosto do "doce da casa" servido em tantos restaurantes. É claro que não são todos iguais mas deixo-vos aqui o doce da casa que faço há anos e que, entretanto, fui adaptando à Bimby.

  


É uma daquelas sobremesas bem fáceis e rápida de fazer e é tão boa. 
Podem optar por servir numa taça grande ou então em taças ou ramequins individuais (a meu ver, bem mais prático!).
E vocês, costumam fazer esta sobremesa em casa?
Até breve!!! ❤

Ingredientes:

1 lata de leite condensado
1 medida de leite (lata do leite condensado)
3 ovos
1 pacote de bolacha Maria (uso torrada)
1 pacote de natas
Café forte q.b.

Preparação Bimby:
Separar as claras das gemas. Reservar as claras;
Colocar no o leite condensado, o leite e as gemas e programar 9min/ 90º/ vel 3;
Verificar se o creme está pronto, caso contrário, programar mais 2 min/90º/ vel 3 e depois, colocar nos ramequins ou numa taça grande e deixar arrefecer;
Posto isto, preparar o café, molhar as bolachas e ir colocando por cima do creme;
Bater as claras em castelo;
Bater as natas e misturar às claras;
Cobrir as bolachas com a mistura de natas e claras e decorar com bolacha moída.
Levar ao frio até à hora de servir.

Preparação Tradicional:

Separar as claras das gemas. Bater as gemas e reservar as claras;
Colocar o leite condensado, o leite e as gemas batidas numa panela e levar ao lume;
Ir mexendo de vez em quando até começar a ferver. Depois de levantar fervura, ir mexendo sempre para não agarrar, e esperar que o creme engrosse.
Quando o creme estiver "espesso" colocar nos ramequins ou numa taça grande e deixar arrefecer;
Posto isto, preparar o café, molhar as bolachas e ir colocando por cima do creme;
Bater as claras em castelo;
Bater as natas e misturar às claras;
Cobrir as bolachas com a mistura de natas e claras e decorar com bolacha moída.
Levar ao frio até à hora de servir.

quarta-feira, 10 de julho de 2019

Tarte 3 chocolates (com chocolate Ruby)

Ontem foi o nosso 14º aniversário de casamento. Existem datas que merecem um doce e esta é uma delas. Embora com o calor não me apetecesse estar na cozinha, preparei, não um bolo, uma sobremesa mais fresca, uma tarte 3 chocolates (mas com o novo chocolate da Pantagruel o Ruby!).




Já fiz estar tarte com outros chocolates como podem ver aqui mas desta vez optei por experimentar o Ruby.
O chocolate Ruby é produzido com grãos de cacau especiais que possuem um tom rosa claro natural, cultivados no Brasil, Equador e Costa do Marfim e apresenta um sabor intenso frutado, com notas frescas e ligeiramente ácidas. É de salientar que a cor é natural não havendo a adição de corantes ou de aromatizantes.
A tarte ficou muito boa mas quando coloquei o chocolate em cima, não sei se da emoção ou da ansiedade, as fotos ficaram tremidas!!! Penso que o ideal é usar uma forma de 24 cm de diâmetro, usei uma forma mais pequena e sobrou creme que coloquei em 2 tacinhas que desapareceram rapidamente. 
Parabéns a nós pelos nossos 14 anos de casamento e...
Parabéns, Pantagruel por este lançamento!!! ❤

Ingredientes para a base:
1 pacote de bolachas Maria
100g de manteiga (usei Vaqueiro líquida)

Ingredientes para as camadas:
150g de chocolate Pantagruel ( normal ou 70% cacau)
200g de natas para bater
35g de açúcar
300g de leite
1 pacote de cuajada

150g de chocolate Ruby Pantagruel
200g de natas para bater
10g de açúcar
300g de leite
1 pacote de cuajada

150g de chocolate Pantagruel Branco
200g de natas para bater
10g de açúcar (eu não coloquei nenhum pois acho o chocolate branco já de si, doce)
300g de leite
1 pacote de cuajada

Preparação Bimby:
Para a base, colocar no copo o pacote de bolachas e a manteiga líquida e programar 10 seg/ vel 9 (se não ficar bem triturada, programar mais uns segundos!);
Colocar o preparado numa forma de abrir, compactar com a ajuda de uma colher e levar ao frigorífico;

A partir daqui vamos realizar 3 camadas nas quais vai apenas mudar o tipo de chocolate e, na minha versão, a quantidade de açúcar (vai diminuindo de camada para camada!);
Assim, colocar no copo o chocolate, as natas, o leite, o açúcar e a cuajada e programar 5min/ 90ºC/ vel 3; Quando terminar o tempo colocar sobre a camada de bolacha e voltar a colocar no frigorífico;
Colocar no copo o chocolate Ruby, as natas, o leite, o açúcar e a cuajada e programar 5min/ 90ºC/ vel 3; Enquanto a camada fica pronta, fazer, com a ajuda de um garfo, uns riscos sobre a camada de chocolate que já está quase solidificada de modo a que as camadas não se juntem!!!
Colocar o preparado da nova camada mas com a ajuda de uma colher para não "perfurar" a camada anterior e levar, novamente, ao frio.
Colocar no copo o chocolate branco, as natas, o leite, o açúcar (ou não!) e a cuajada e programar, de novo, 5min/ 90ºC/ vel 3; Proceder como se fez anteriormente (os riscos com o garfo) e, terminado o tempo, colocar cuidadosamente sobre a camada de chocolate Ruby. Mais uma vez, levar ao frio...
Quando a última camada estiver bem sólida, decorar a gosto e levar ao frio até à altura de servir.

domingo, 30 de junho de 2019

Quiche mix

Agora que o calor chegou apetecem-me refeições mais leves... Quiches e saladas são bem-vindas e aqui fica a minha primeira proposta: quiche mix.



Digam lá que não fica uma refeição bem apetitosa!!!
Vá, se uma fatia da quiche não chegar podem colocar duas já da salada, abusem à vontade!!! ❤

Ingredientes para a massa (tipo massa quebrada):
200g farinha
90g margarina
45g água
Sal q.b.

Ingredientes para o recheio (4 pessoas):

1/2 embalagem de argolas do mar Pescanova
Fiambre ( cortado em cubos)
Milho cozido q.b.
Brócolos q.b.
Tomates cherry q.b.
4 ovos
500g de leite
50g de farinha
Sal q.b.

Preparação:
Colocar no copo (da Bimby) todos os ingredientes para a massa e programar 15 seg/vel 6;
Estender a massa com a ajuda de um rolo e forrar uma tarteira;
Colocar no copo os ovos, o leite, a farinha e uma pitada de sal e programar 20 seg/vel 5 e reservar; 
Os ingredientes do recheio são colocados em quartos da massa assim, num dos quartos coloquei brócolos e e fiambre; no quarto seguinte as argolas do mar e o milho; no seguinte tomate cherry cortados ao meio e fiambre e no restante, de novo argolas do mar e milho. 

Sobre os ingredientes, e com cuidado, deitar a mistura reservada;
Levar ao forno, pré aquecido a 180ºC, até ficar pronta.

Nota: Usei a Bimby porque facilita realmente a parte de fazer a massa. Quem optar por usar massa quebrada fresca pode misturar os ovos, leite e farinhas com varas de arame!!!

sábado, 29 de junho de 2019

Pizza de atum, delícias do mar, milho e ananás

E chegou enfim o calor e um fim-de-semana mais calmo... Como eu estava a precisar de descansar e aproveitar um pouco da casa e da piscina. 
Com tempo deu para preparar pizzas e desfrutar do exterior!!!



Não é nada de mais mas é uma das pizzas que mais gostamos... Com base de nata em vez de tomate, fica mesmo boa!!!
Já conheciam estar versão?!?
Até breve!!! ❤

Ingredientes para massa da pizza:
200 g água
50 g azeite
1 c. chá de sal
400 g farinha
1/2 saqueta de fermento de padeiro Vahiné

Ingredientes para o recheio:
1 lata de atum ao natural
1 pacote de natas light 
Ananás q.b. 
Azeitonas pretas q.b.
Queijo mozzarella ralado q.b. 

Preparação: 
No copo colocar a água, o azeite e o sal e programar 2 min/37ºC/vel 2.
Adicionar a farinha e o fermento e programar 2 min/ vel espiga; Retirar e deixar levedar num local morno até dobrar de volume.
Numa superfície polvilhada com farinha e com a ajuda de um rolo estender a massa de modo a que fique fina, colocar os ingredientes na ordem desejada ( no meu caso foi delícias cortadas em pedaços, natas, queijo ralado e finalmente, as rodelas de ananás e as azeitonas).
Levar ao forno pré-aquecido a 220ºC (mas depois de aquecido costumo baixar para os 180ºc) durante cerca de 20 minutos (este tempo pode variar de forno para forno).

sexta-feira, 28 de junho de 2019

Corações crocantes de pescada com couscous de legumes

Quando fui às compras encontrei dois produtos que queria experimentar... primeiro os corações crocantes de pescada panada da Pescanova (que a Pescanova deve ter "criado" para mim ou para outras como eu!!! ) e uma mistura de legumes (congelada) para couscous.




Ficam tãooo giros estes corações (sou mesmo um caso perdido!!!) e para acompanhar fiz um couscous (da Buitoni) com legumes.
A minha sorte é que o M* fica animado com estas pequenas coisas, como eu!!!
E vocês, já viram estes corações à venda?!?
Até breve!!! ❤

Ingredientes:
1 embalagem de Corações crocantes de pescada panada Pescanova
100g de couscous Buitoni
Mistura de legumes para couscous q.b.
Azeite q.b.
Sal q.b.

Preparação:
Pré-aquecer o forno a 220ºC.
Quando quente, colocar os corações num tabuleiro forrado com papel vegetal e deixar cozinhar durante uns 15 minutos (virando a meio da cozedura).
Colocar um fio de azeite numa frigideira e deixar aquecer. Colocar a mistura de legumes, congelada, e mexer. Colocar uma testo na frigideira e deixar cozinhar, em lume brando, durante 5 minutos.
Entretanto, colocar a porção de couscous num recipiente, adicionar o mesmo volume de água quente (mas não a ferver!) com um pouco de sal e um fio de azeite. Cobrir e deixar repousar durante uns minutos até ficar com a consistência desejada. 
Envolver os legumes no couscous e servir a acompanhar os corações crocantes de pescada.

quinta-feira, 27 de junho de 2019

Bacalhau à Brás rápido (Versão Bimby)


Apesar das aulas terem terminado, o trabalho não cessa e com o filhote adoentado tudo fica mais difícil.
Por isso, tenho optado por refeições rápidas e que o M* goste como este bacalhau à Brás rápido.



Embora prefira obviamente fritar as batatas, a verdade é que não tive tempo daí ter usado batata palha de pacote. Quanto à receita, embora eu vá fazendo e acrescentando os ingredientes pouco a pouco, até achar que está no ponto, aqui fica...
Ah e ao postar as fotos apercebi-me que tirei a foto sem a salsa (upssss) e sabem porquê?!? Porque o M* prefere sem salsa e só costumo colocar depois de o ter servido! 
Até breve!!! ❤

Ingredientes: (4 porções)
Azeite q.b.
1 cebola grande 
1 dentes de alho
300g batata fritas 
6 ovos
Sal q.b.
Pimenta moída Margão q.b.
Salsa picada q.b. 
Azeitonas preta q.b. 

Preparação Bimby:
Colocar no copo o azeite, a cebola e o alho, picar 5 seg/vel 5 e refogar 5 min/Varoma/vel 1.
Adicionar o bacalhau e cozinhar 5 min/100°C/inversa vel colher.
Adicionar batata palha e cozinhe 3 min/100°C/inversa vel 2. 
Retirar para uma frigideira e levar ao lume.
Colocar no copo os ovos e bater 10 seg/vel 2. Retirar e deitar por cima do bacalhau, misturar tudo muito bem e temperar com sal e pimenta. Polvilhar com a salsa e decorar com as azeitonas pretas.

domingo, 23 de junho de 2019

Cheesecake de Oreo

Tenho estado adoentada e meio "cinzenta", como o tempo, mas fim-de-semana merece sobremesa e, assim sendo, fiz um cheesecake de Oreo.




Gostamos de cheesecake e gostamos de Oreo portanto só podia sair uma sobremesa a nosso gosto.
Não sabia muito bem por onde começar e então decidi seguir, mais ou menos, a minha receita de cheesecake normal.
Usei uma forma de abrir de 20 cm de diâmetro daí que ter ficado alto.
Para decorar fiz uma ganache de chocolate rápida e usei bolachas Oreo. 
Gostaram?!?
Até breve!!! ❤

Ingredientes para base:
200 g de bolacha de chocolate (eu para a forma de 20 cm de diâmetro usei apenas 150g)
80 g de manteiga amolecida (para as 150g de bolachas usei 60g de manteiga)

Ingredientes para recheio:
1 embalagem de queijo creme light
2 pacotes de natas light
7 folhas de gelatina incolor
80g de açúcar (se gostarem das sobremesas doces, aumentem um pouco a quantidade de açúcar)
8 Bolachas Oreo + para decorar

Ingredientes para a ganache:
Chocolate para culinária Pantugruel
Natas q.b.

Preparação Bimby:
Colocar as bolachas no copo e programar 10 seg/ vel 8;
Adicionar a manteiga e programar 10 seg/ vel 6;
Deitar a mistura na forma (uso das de abrir para ser mais fácil de desenformar), espalhar e ir pressionado de modo a formar uma base uniforme;
Colocar no frigorífico;
Colocar as natas no congelador;
Demolhar a gelatina em água fria e reservar;
Colocar as 8 bolachas de Oreo no copo e programar 5 seg/ vel 5. Retirar e reservar.
Colocar no copo o queijo creme e o açúcar, programar 1 min/ vel 4;
Colocar a borboleta e juntar ao preparado as natas, programar 1,5 min/ vel 3;
Adicionar as bolachas trituradas e programar 30 seg/ vel 3;
Retirar a água em excesso da gelatina (mas não escorrer completamente), colocar no microondas durante 10-20 seg para ficar bem derretida;
Programar vel colher e ir deitando a gelatina derretida no copo da Bimby, programar 1 min/ vel 2;
Colocar este preparado sobre a base de bolacha e colocar, de novo no frigorífico até solidificar (pode demorar 3-4 horas).
Para a cobertura, que fiz a olho, colocar um pouco de natas numa taça e levar a aquecer 30 segundos no microondas. Retirar e adicionar o chocolate partido aos pedaços. Envolver e levar mais 10 segundos ao microondas. Retirar e envolver. Repetir até ao chocolate estar derretido e o creme estar homogéneo.
Colocar por cima do cheesecake e decorar com as restantes bolachas Oreo.
Conservar no frigorífico até servir.

sábado, 22 de junho de 2019

Duo de Pudim Zero Flan e Pudim Chocolate Zero

Continuamos com sobremesas zero da Condi e desta vez optei por fazer um Duo de Pudim Zero Flan e Pudim Chocolate Zero que decorei com flores comestíveis.



O que acham do efeito?!? 
Decidi colocar uns em verrines e outros em potinhos com tampa. 


Qual o vosso preferido?!?
Beijinhos!!! ❤

Ingredientes:
1 embalagem Pudim Zero Flan Condi
500ml leite magro
1 embalagem Pudim Zero Chocolate Condi
500ml leite magro

Preparação:
Pudim Zero Flan Condi no fogão:
Verta o conteúdo da saqueta para um tacho e adicione, pouco a pouco, 100ml de leite magro, mexendo até dissolver.
Leve a lume médio 400ml de leite até começar a ferver. Retire do lume e misture lentamente o preparado anterior. 
Leve novamente a lume brando, mexendo sempre com uma colher. Após levantar fervura, deixe ferver durante 7 minutos.
Coloque o pudim em taças e deixe arrefecer. Leve ao frigorífico, pelo menos, 2 horas antes de servir. Uma vez preparado, conserve no frigorífico.

Pudim Zero Chocolate Condi no fogão:
Verta o conteúdo da saqueta para um tacho e adicione, pouco a pouco, 500ml de leite magro, mexendo até dissolver.
Leve a lume brando e deixe ferver durante 2 minutos, mexendo sempre.
Coloque o pudim em taças e deixe arrefecer. Leve ao frigorífico, pelo menos, 2 horas antes de servir.

Nota: Para fazer o duo de pudins é necessário que o primeiro pudim solidifique para depois colocar o outro por cima.

sexta-feira, 21 de junho de 2019

Pudim flan zero Condi

Durante a semana, quando a gula aperta sei que posso contar com a gama zero% da Condi.
Desta vez, optamos pelo pudim flan zero e só vos digo que é muito bom e super rápido de fazer.



Depois disso, a decoração fica a vosso gosto.
Eu optei por umas flores (comestíveis) e estas taças em forma de flor.
Já experimentaram estes flans zero da Condi?
Qual o vosso preferido?!?
Beijinhos!!! ❤

Ingredientes:
1 embalagem Pudim Zero Flan Condi
500ml leite magro

Preparação no fogão:
Verta o conteúdo da saqueta para um tacho e adicione, pouco a pouco, 100ml de leite magro, mexendo até dissolver.
Leve a lume médio 400ml de leite até começar a ferver. Retire do lume e misture lentamente o preparado anterior. 
Leve novamente a lume brando, mexendo sempre com uma colher. Após levantar fervura, deixe ferver durante 7 minutos.
Coloque o pudim em taças e deixe arrefecer. Leve ao frigorífico, pelo menos, 2 horas antes de servir.
Uma vez preparado, conserve no frigorífico.

quinta-feira, 20 de junho de 2019

Néctar de alperce

Adoro alperces mas têm um problema, eles têm pouca duração. Eu não gosto de desperdício por isso desta vez tentei fazer um néctar com eles. 


Adoro estes néctares caseiros pois estes sim, sei que não têm corantes nem conservantes e são tão bons!!! Eu, optei por não acrescentar açúcar mas se preferirem podem acrescentar um pouco de açúcar, frutose ou outro adoçante.
Para aumentar o tempo de conservação do néctar, para além de usar garrafas de vidro previamente esterilizadas, optei por cozer a fruta.
Este conjunto de cesto de emadeira e 6 garrafas muito giras e práticas são da DeBORLA e estavam em promoção. 
Até breve!!! ❤

Ingredientes: (5-6 garrafinhas)
500g nectarinas (lavadas, descascadas e cortadas aos pedaços)
500g água
Açúcar ou adoçante q.b. (eu não coloquei!)
Gotas de limão q.b.

Preparação Bimby:
Lavar, descascar e cortar os alperces em pedaços, regar com as gotas de limão e reservar;
Colocar no copo da Bimby e adicionar a mesma quantidade de água (se desejar um néctar menos espesso deverá colocar 700g de água em vez dos 500g) e programar 15 min/ 100ºC/vel 1; De seguida, se achar necessário colocar o açúcar ou a frutose e triturar indo, progressivamente da vel 5 até à vel 7.
Verter para os frascos de vidro, previamente esterilizados, colocar as tampas e inverter os frascos deixando arrefecer assim (este procedimento permite criar vácuo e aumentar o tempo de vida do produto). 
Quando frio, colocar no frigorífico até servir.

Preparação tradicional:
Lavar, descascar e cortar os alperces em pedaços, regar com as gotas de limão e reservar;
Colocar uma panela com a água (se desejar um néctar menos espesso deverá colocar 700g de água em vez dos 500g) e, quando ferver, colocar os pedaços de alperce. De seguida, se achar necessário colocar o açúcar ou a frutose. Deixar ferver entre 10 e 15 minutos e, quando os alperces estiverem cozidos, triturar com a ajuda de uma varinha mágica.
Verter para os frascos de vidro, previamente esterilizados, colocar as tampas e inverter os frascos deixando arrefecer assim (este procedimento permite criar vácuo e aumentar o tempo de vida do produto). 
Quando frio, colocar no frigorífico até servir.

sexta-feira, 14 de junho de 2019

"Manjerico" mousse de chocolate light

Este mês é o mês dos Santos Populares e portanto quando o M* me pediu uma mousse de chocolate andamos a inventar e saíram uns "manjericos" de mousse de chocolate light.


O que acham da ideia?!? Nós gostamos bastante!!!
Até breve!!! ❤

Ingredientes:
1 embalagem de Preparado para Mousse de chocolate light Condi
250 ml de leite magro
Bolachas de chocolate para decorar
Raminhos de hortelã

Preparação:
Verter 250 ml de leite magro frio para um recipiente. 
Adicionar o conteúdo da saqueta e com a batedeira elétrica, à velocidade máxima, bater até adquirir a textura desejada. 
Verter a mousse em “vasos” e levar ao frigorífico até ficar firme.
Conservar no frigorífico até servir.
Na altura de servir, triturar as bolachas de chocolate, colocar sobre a mousse e decorar com os raminhos de hortelã.

terça-feira, 11 de junho de 2019

Caril de camarão com batata frita

E o tempo segue o seu rumo a uma velocidade alucinante... Ainda há pouco estava a iniciar o ano letivo e agora já estou na última semana de aulas!!! 
Isto só comprova a lufa- lufa em que ando constantemente... Só aos fins-de-semana consigo parar um pouco (e, quando consigo!!!) e dedicar-me ao blogue.
Obviamente que cozinho todos os dias mas, ou são coisas que já estão no blogue, ou não tenho tempo para fotografar. Mas, pronto, aqui fica um caril de camarão selvagem (bem grandes!!!) que, fugindo ao tradicional, acompanhei com batatas fritas Coté Resto da McCain.





Adoro caril e estas receitas cheias de sabor  estas batatas fritas Coté Resto da McCain são adequadas a fazer no forno e têm um twist que é o facto de virem com pele.
É claro que o modo como levamos as receitas à mesa faz diferenças e aí estas cocottes fantásticas de ferro fundido da DeBORLA são uma mais-valia. Para mim fim-de-semana também é isto, refeições que me enchem e alegram a alma.
Espero que tenham gostado!!!
Até breve!!! ❤

Ingredientes:
30g azeite
1 cebola grande
1/2 malagueta (sem as sementes)
10g coentros frescos
20g gengibre fresco 
2 dentes de alho
2 c. chá de cominhos
2 c. chá de coentros moídos
0,5 c. chá de açafrão da Índia
1 c. chá de sal
70g polpa de tomate
300g leite de coco
Batatas McCain Coté Resto

Preparação Bimby:
Coloque no copo o azeite e programe 1 min/Varoma/vel 1. 
Adicione as cebolas, a malagueta, os coentros frescos, o gengibre descascado e cortado em rodelas, os alhos e pique 10 seg/vel 5. Com a ajuda da espátula, faça descer os resíduos que ficaram nas paredes do copo. 
De seguida refogue 5 min/Varoma/vel 2, sem o copo de medida. 
Junte os cominhos, os coentros, o açafrão, o sal e programe 5 min/100ºC/vel 2, sem o copo de medida.
Adicione o camarão, a polpa de tomate, o leite de coco e envolva bem com a espátula. Programe 12 min/100ºC/ vel inversa colher.
Servir com batata Coté Resto da McCain.

segunda-feira, 10 de junho de 2019

Coleção Kitchen & Living 2019 da DeBORLA

Adoro esta altura do ano… Já vos disse várias vezes que sou uma “Ginja de verão” (embora ainda estejamos a caminhar para lá!) … Gosto do calor (mesmo estando ele a fazer-se de difícil!), das cores, dos sabores e das sensações.
Esta altura, como coincide com o final do ano letivo, o trabalho é muito mas para desanuviar preciso de parar e de fazer algo que gosto. Para mim, uma ida àquela que, como o meu filhote diz é a “minha loja preferida”, a DeBORLA acaba por ser uma terapia.
E assim foi, no sábado passei um tempo na loja a conhecer a coleção Kitchen & Living 2019


As linhas de loiça propostas nesta coleção são várias, adaptando-se aos gostos de cada um, ambientes e ocasiões. As linhas Primavera, Arte, Xisto e Mar destacam-se pela originalidade dos padrões, pela harmonia da paleta de cores e pela diversidade das peças que permitem um sem fim de combinações. 


De entre estas, e tendo em conta a estação do ano, a minha preferida foi a linha Primavera. A suas cores e os padrões florais lembram-me o verão e toda a descontração e alegria que lhe é associada. É uma linha que convida a almoços e jantares alegres e à celebração da vida!!! 


Embora tenho gostado imenso da linha Primavera, no final, e talvez por causa do meu gosto pela natureza e pelo meu lado BIO, não consegui resistir à linha Aloha.
Amei esta linha pelos tons verdes e "madeira", pela irreverência, pelos materiais como o bambu e, claro, pelos motivos tropicais. 




Esta linha é simplesmente maravilhosa e tem tudo a ver comigo!!!
É claro que veio comigo para casa e fica mesmo bem no meu espaço exterior, não acham?!?


Mas não pensem que apenas olhei para coisas para a mesa ou cozinha, também gostei muito da tendência de decoração Navy...



... e de umas cestas para piquenique fantásticas (entre uma dezena de outras coisas que não vou estar aqui a enunciar!!!). 


As lojas DeBORLA são mesmo assim, uma tentação!!!
Numa só loja encontramos artigos para toda a casa e espaço exterior e para todos os gostos e estilos.
Espero que tenham gostado das minhas escolhas mas o meu conselho é que visitem uma das lojas da DeBORLA e fiquem realmente a conhecer a coleção Kitchen & Living 2019 pois isto foi apenas uma (muito reduzida) amostra do que podem encontrar. 
Deixo-vos em baixo uns links que podem ajudar e fico à espera do vosso feed-back!!!
Até breve!!! ❤

Página Catálogos: http://bit.ly/2OKeUcQ
Catálogo Kitchen: http://bit.ly/2KcIpDD
Catálogo Living: http://bit.ly/2Kd38re
Rede de lojas: http://bit.ly/2Z2JB0S