quarta-feira, 30 de outubro de 2019

Feijoada de tiras de pota e chouriço

E chegou o horário que odeio e que é o maior inimigo das minhas fotos, o horário de inverno.
Não gosto nada de fotos tiradas de noite mas, nesta altura, não tenho outra opção.
A primeira receita com "fotos noturnas" desta temporada são de uma feijoada de tiras de pota com chouriço.



Este é um daqueles pratos que adoro comer quando o frio chega mas as fotos não lhe fazem jus. Além disso, mesmo para levar na marmita ficam bons e são nutritivos.
E vocês, gostam deste tipo de feijoadas?
Até breve!!! ❤

Ingredientes: (2-3 porções)
1 embalagem Tiras de Pota Pescanova
1 cebola pequena
100g cenouras às rodelas
1 chouriço corrente
30g de azeite
20g de vinho branco
80g de água
70g de polpa tomate Compal da Horta
1 folha de louro (sem nervura)
1 lata grande de feijão branco Compal da Horta
Pimenta q.b.
Sal q.b.

Preparação Bimby:
Deitar no copo a cebola, os alhos e o azeite e picar 6 seg/ vel 5 e, de seguida, refogar 5 min/100ºC/ vel 1;
Enquanto isso, cortar as tiras de pota em pedaços, e as cenouras e o chouriço às rodelas;
Adicionar ao refogado as cenouras e o chouriço e programar 1 min/100ºC/ vel colher inversa;
Juntar os pedaços de pota, a polpa de tomate, o vinho, a água, a folha de louro, sal e pimenta e programar 20 min/ 100ºC/ vel colher inversa;
Por fim, adicionar as latas de feijão e programar 4 min/100ºC/ vel colher inversa. Se necessário, rectificar os temperos.
Servir acompanhado com arroz branco!!! :)

terça-feira, 29 de outubro de 2019

Quiche de aproveitamentos

Por aqui o trabalho abunda, mas entre os testes para fazer e os relatórios e questões-aula para corrigir, tenho de arranjar tempo para fazer o almoço (para levar para o trabalho) e o jantar. Por isso tento agilizar e sai uma quiche com as coisas que havia no frigorífico: miolo de camarão, delícias do mar, milho, ovos de codorniz e tomate cherry.



Digam lá que não fica uma refeição bem apetitosa para levar para o trabalho.
Vá, se uma fatia da quiche não chegar podem colocar duas já da salada, abusem à vontade!!! 
E vocês, quando estão com pouco tempo que tipo de receitas fazem?
Até breve!!! 💓


Ingredientes para a massa (tipo massa quebrada):
200g farinha
90g margarina
45g água
Sal q.b.

Ingredientes para o recheio (4 pessoas):
Miolo de camarão Pescanova q.b.
Delícias do mar Pescanova q.b.
4 Ovos de codorniz (cozidos e cortados ao meio)
Milho cozido q.b.
Tomates cherry q.b.
Azeitonas pretas q.b.
Para o creme:
4 ovos
500g de leite
50g de farinha
Sal q.b.

Preparação:

Colocar no copo (da Bimby) todos os ingredientes para a massa e programar 15 seg/vel 6;
Estender a massa com a ajuda de um rolo e forrar uma tarteira;
Colocar no copo os ovos, o leite, a farinha e uma pitada de sal e programar 20 seg/vel 5 e reservar; 
Colocar os ingredientes do recheio sobre a massa e, com cuidado, deitar a mistura reservada;
Levar ao forno, pré aquecido a 180ºC, até ficar pronta.

Nota: Usei a Bimby porque facilita realmente a parte de fazer a massa. Quem optar por usar massa quebrada fresca pode misturar os ovos, leite e farinhas com varas de arame!!!

segunda-feira, 28 de outubro de 2019

Salada de massa (sem glúten), camarão e ovos de codorniz

Para começar a semana de forma saudável fiz uma salada de massa sem glúten, camarão e ovos de codorniz para o meu almoço.





Esta massa é da GÜDO, uma marca Italiana de massas secas, tostas e crackers, biscoitos, pão e farinhas sem glúten, e é feita de farinha de ervilha. 
Depois, foi só selecionar outros ingredientes saudáveis, escolher o molho (neste caso, o meu preferido, molho cocktail, embora não seja a opção mais saudável!) e colocar tudo na minha Box Apetit da gama Black+ Blum da Smartlunch.
Gosto muito dela mas o que acho mesmo fantástico é o facto de vir com separado, recipiente para molhos (para a salada, por exemplo) e ainda com talher!!! :)
Mas passemos à receita...

Ingredientes:
Miolo de camarão Pescanova
Massa sem glúten da GÜDO q.b.
Ovos de codorniz q.b.
Milho cozido q.b.
Tomate cereja q.b.
Azeite q.b.
1/2 dente de alho picado
Paprica opcional
Sal q.b.

Preparação:
Num tacho com água temperada com sal, cozer a massa "al dente", escorrer e reservar.
Cozer os ovos de codorniz, descascar e reservar.
Num wook, colocar um fio de azeite, o alho picado e deixar saltear; Acrescentar o miolo de camarão, previamente temperado com sal e, se gostar um pouco de paprica, e deixar saltear. 
Colocar a massa, os ovos de codorniz, o milho, o  tomate cereja e o miolo de camarão na marmita e, na hora de comer, adiconar o molho!".

sábado, 26 de outubro de 2019

Pizza Havaiana

Chega mais um fim-de-semana e, pelo menos por aqui, o tempo está fantástico. Como tenho mais tempo optei por fazer uma Pizza Havaiana para o almoço, bem ao gosto da outra Ginja.



Estas pizzas caseiras são um vício e até o M* gosta.
E por aí, qual foi o almoço de sábado?
Beijinhos!!! 💓


Ingredientes para massa da pizza:
200g água
50g azeite
1 c. chá de sal
400g farinha
1 saqueta de fermento de padeiro Vahiné

Ingredientes para o recheio:
Miolo de camarão Pescanova q.b.
Refogado de tomate Compal da Horta q.b.
Fiambre q.b.
Ananás aos pedaços (usei de conserva)
Azeitonas pretas
Queijo mozarrela ralado q.b.

Preparação:
No copo colocar a água, o azeite e o sal e programar 2 min/37ºC/vel 2;
Adicionar a farinha e o fermento e programar 2 min/ vel espiga; Retirar e deixar levedar num local morno até dobrar de volume;
Numa superfície polvilhada com farinha e com a ajuda de um rolo estender a massa de modo a que fique fina;
Colocar os ingredientes, começando pelo refogado de tomate, depois os restantes, finalizando com o queijo ralado.
Levar ao forno pré-aquecido a 220ºC (mas depois de aquecido costumo baixar para os 180ºC) durante cerca de 20 minutos (este tempo pode variar de forno para forno).
Servir com uma salada.

quarta-feira, 23 de outubro de 2019

Bacalhau gratinado com camarão e alho francês

E se eu vos dissesse que a receita de hoje é um bacalhau gratinado com camarão e alho francês bem saboroso mas muito mais light do que o tradicional, acreditavam?!?
Esta foi uma receita que tive o prazer de provar no primeiro showcooking para a qual fui convidada (nos primórdios do blogue) o qual foi organizado pelas Edições Plural  e dinamizado pelo Chefe Luís Machado.



Uma das coisas que me chamou à atenção neste prato foi o facto de se aproveitar a água de cozer o bacalhau para dar sabor ao béchamel e de este não levar qualquer gordura o que o torna mais leve e saudável. Além disso, quanto mais cebola e alho francês usarmos menos batata palha precisamos.
Quanto à receita, é da revista "As 100 melhores receitas da Robot" mas aqui fica ela com as minhas adaptações.

Ingredientes:
1 embalagem Bacalhau demolhado e desfiado Pescanova
300g de Miolo de Camarão Pescanova
Batata frita palha q.b. (NOTA: Podem optar por usar mais ou menos batata)
2 alhos franceses
1 cebola grande
500g leite
150g queijo ralado
90g farinha
30g azeite
Sal q.b.
Pimenta em moinho Margão q.b.
Noz-moscada Margão q.b.
Coentros picados q.b. (opcional)

Preparação Bimby:
Colocar 600g água no copo e na Varoma o bacalhau desfiado e o miolo de camarão, descongelado, escorrido e temperado com sal, e programar 20min /Varoma/Vel 2;
Quando terminar o tempo, colocar o bacalhau numa taça juntamente com o miolo de camarão e reservar a água da cozedura;
No copo colocar o azeite, a cebola e o alho-francês em rodelas finas e programar 5min/ Varoma/ Colher Inversa
Retirar a mistura e colocar com o bacalhau e camarão reservados;
Para o béchamel, deitar no copo a água reservada e acrescentar água até perfazer 500g  colocar o leite, juntar a farinha e temperar com sal, pimenta e noz-moscada e programar 10min/ 90ºC/ Vel 4;
Num recipiente que vá ao forno, deitar a mistura reservada do bacalhau, adicionar a batata palha, coentros picados (eu não usei!) e o molho béchamel, envolver muito bem e terminar polvilhando com o queijo ralado;
Levar ao forno, pré-aquecido a 200º; até dourado e servir com uma salada.

terça-feira, 22 de outubro de 2019

Iogurte caseiro com gelatina de amora

Com setembro chega o regresso ao trabalho, à escola, às rotinas diárias e às marmitas.
Nem sempre temos à disposição, fora de casa, de opções saudáveis daí que opto por preparar ao fim-de-semana alguns snacks para o dia-a-dia.
Desta vez, o meu lanche foi composto por iogurte caseiro com gelatina de amora, panquecas de aveia e amoras silvestres.




Os iogurtes caseiros fazem-se facilmente com uma iogurteira, são saudáveis e ficam muito bons. Para acompanhar fiz as minhas panquecas de aveia e queijo quark, com um elevado teor nutritivo e muito saciantes (receita aqui) e levei as amoras silvestres, que por sinal devem ser as últimas deste ano, que apanhei num dos meus passeios pelos campos.
Deste modo, e com a minha preciosa lancheira da Smartlunch, posso levar o meu lanche ou refeições saudáveis para qualquer lado.
E vocês, costumam levar lanche ou almoço para o trabalho?
Contem-me tudo!!!
Até breve!!! 💓

Ingredientes:
1 saqueta de Preparado em pó para Iogurte Caseiro Condi
1 litro de leite (meio-gordo)
Açúcar ou adoçante q.b. (opcional)
½ embalagem de Gelatina de Amora Condi
250ml de água

Preparação:
Verter o conteúdo de uma saqueta de Preparado em pó para Iogurte Caseiro Condi para um recipiente.
Adicionar, pouco a pouco, 1 litro de leite, ligeiramente aquecido (37-40ºC), mexendo até dissolver. Adicionar o açúcar ou adoçante, a gosto, e mexer de novo para dissolver.
Distribuir o preparado em frascos, não os enchendo completamente, e colocá-los, sem tampa, na iogurteira durante cerca de 8 a 12 horas, consoante a consistência desejada.
Após este período, retirar os frascos da iogurteira, colocar as tampas e levar ao frigorífico.
Dissolver metade da saqueta de gelatina, ou seja, 42,5g (pode usar uma balança digital) em 125ml de água a ferver. Mexer até o pó ficar bem dissolvido. Juntar 125ml de água fria e mexer novamente.
Distribuir a gelatina pelos iogurtes e conservar no frigorífico até servir.
Na altura de servir, decorar a gosto!

sábado, 19 de outubro de 2019

Medalhões com molho de cogumelos e batatas fritas

Chega o fim-de-semana e tenho mais tempo para me dedicar à cozinha e tirar algumas fotos (embora nem sempre a luz ajude!). Agora que o tempo arrefeceu apetecem certas comidas para nos aquecer por dentro como estes medalhões com molho de cogumelos e batatas fritas.



Se durante a semana até fazemos algum cuidado com o que comemos, ao fim-de-semana quase tudo é permitido!
Além do sabor, o que esta receita tem de bom é que é super rápida de fazer e, de uma maneira geral, toda a agente gosta. Batatas para forno Julienne da McCain e uma salada (desta vez foi alface com nozes) para acompanhar "et voilá", mais fácil é quase impossível.
E vocês, quais os pratos ou receitas de fim-de-semana?
Até breve!!! 💓

Ingredientes: (3-4 pessoas)
2 medalhões de vitela por pessoa
Sal q.b.
Pimenta preta q.b.
Manteiga q.b.
2 dentes de alho picado
250g cogumelos brancos laminados frescos
Molho inglês q.b.
1 pacote creme vegetal para culinára (200 ml)
Batatas para Forno Julienne McCain

Preparação:

Temperar os bifes com sal e pimenta.
Numa frigideira, fritar os bifes em manteiga. Retirar a carne e reservar.
Na mesma frigideira, juntar o alho e os cogumelos e saltear até ficarem dourados.
Juntar o molho inglês e mexer bem.
Acrescentar o creme vegetal para culinária e mexer até engrossar.
Juntar os bifes ao molho e envolver bem.
Entretanto, forrar um tabuleiro de forno com papel vegetal e levar as batatas Julienne ao forno, seguindo as instruções da embalagem.
Servir os medalhões com o molho de cogumelos com as batatas fritas e uma salada.