terça-feira, 27 de janeiro de 2015

"Dia M...": Muffins de pescada e legumes

Esta é uma daquelas receitas que me veio à cabeça quando olhei para as sobras de tranches de pescada cozida e legumes (cenoura e alho francês).
Como cá em casa o lema é "nada se perde... tudo se transforma" o que fiz foi dar um novo ar a estas sobras que passaram a ser algo novo e até fashion: muffins de pescada e legumes.






Quanto à receita, embora improvisada como vos disse, aqui fica...

Ingredientes:
3 ovos
3 colheres de sopa (bem cheias) de farinha
1/2 colher colher de café de fermento químico da Vahiné
Sobras de Tranches de Pescada Pescanova
Sobras de legumes cozidos (cenouras e alho francês)
Vaqueiro líquida para untar as formas ou máquina
Salsa opcional
Sal q.b.

Preparação:
Desfiar as tranches de pescada cozidas, cortar os legumes em pedaços, picar a salsa e reservar;
Bater os ovos e juntar a farinha, o fermento e temperar com sal a gosto;
Envolver no preparado as sobras de pescada e legumes;
Untar as forminha (eu usei a máquina de fazer muffins) e verter nas formas o preparado;
Levar ao forno, pré-aquecido a 180ºC, até cozer (eu como usei a máquina, pu-la a aquecer e depois verti o preparado nos espaços, fechei e deixei cozinhar!);
Quando prontos, servir com uma salada.

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Clafoutis de kiwi à minha maneira

O Clafouti é uma sobremesa de origem francesa na qual se juntam frutas (embora tenha começado por ser feito com cerejas) a um creme de ovos, farinha, leite e açúcar.
Eu sou apreciadora de clafoutis e como recebi um kiwis biológicos e não quero que se estraguem, decidi experimentar...
Além disso, optei por colocar uma base de massa folhada... 




O toque ácido do kiwi faz contraste com o creme... "primeiro estranha-se" mas depois hummmm...
Quanto à receita, aqui fica...

Ingredientes:
5 kiwis
4 ovos
100g açúcar Sidul 
1 saqueta de açúcar baunilhado Vahiné
8 c. de sopa de farinha
200 ml de natas
Vaqueiro líquida q.b. (para untar as formas)
1 embalagem de massa folhada

Preparação:
Bater os ovos com o açúcar e o açúcar baunilhado até obter um preparado fofo e esbranquiçado;
Juntar a farinha e as natas e deixar repousar entre 30 minutos a uma hora;
Untar as formas (eu costumo usar Vaqueiro líquida e um pincel de pastelaria!), forrar com massa folhada e reservar;
Descascar os kiwis e cortar em rodelas finas (eu usei o V3 da Borner, ver foto em baixo!) e dispor no fundo das formas;
Verter por cima o preparado e levar ao forno, pré-aquecido a 180ºC, durante cerca de 30-40 minutos (depende do forno, do tamanho das formas, etc);
Retirar os clafoutis do forno, deixar arrefecer e servir...



Bom apetite!!! :)

domingo, 25 de janeiro de 2015

Paté de atum

O post de hoje (que era suposto ter sido publicado ontem...) diz respeito a uma receita simples mas que muito boa: paté de atum à minha maneira.
Esta receita que pode servir de entrada para qualquer almoço ou jantar é muitas vezes feita cá em casa para o lanche... 
Para esta receita usei a maionese Hellmann´s que tem sabor fantástico... se os ingredientes que usamos não forem de qualidade, dificilmente obtemos um bom paté!!!




Quanto à receita, bem simples para não variar, aqui fica...

Ingredientes:
1 cebola pequena
1 lata de atum ao natural
Pickles (uso sobretudo "cornichons" e couve-flor) q.b.
Pimenta em moinho da Suldouro q.b.
Sal q.b.
Maionese Hellmann´s q.b.

Preparação:
Começar escorrer o atum e reservar,
Ralar muito bem a cebola (usei o meu ralador Roko da Borner!!!) e triturar os pickles com uma picadora ou com a Bimby e, num recipiente, envolver com a cebola e com o atum;
Ir adicionando, 1 a 1, colheres de maionese até ficar a gosto e envolver bem;
Temperar com a pimenta e, se necessário com sal, e levar ao frio até servir.

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Pizza enrolada de chourição

Esta é um daqueles "amuse-bouche" que está (quase) sempre presente em jantares de amigos ou família.
Saborosa e, devido à sua forma, boa para ir petiscando esta pizza pode fazer-se mesmo quando não temos muito tempo (e então com o refogado Compal da Horta por perto, mais fácil ainda...).
Além disso, o aspecto é fantástico...




Para quem quiser experimentar aqui fica a receita, já com as minhas alterações, embora possam sempre também "inventar" no que respeita ao recheio...
Ah, e se tiverem por casa Refogado Compal da Horta, dá para saltar a parte do molho da pizza... ;)

Ingredientes para a massa:
230g de água
400g de farinha
1 saqueta de fermento de padeiro Vahiné
Sal q.b.

Ingredientes para o recheio:
Queijo mozarella ralado qb (pus a olho)
400g tomate bem maduro
40g de cenoura
1 cebola pequena (acrescentei eu!)
30g Azeite
Orégãos q.b.
Sal qb
100g de chourição fatiado

Preparação:
Começando pela massa da pizza, colocar no copo a água, o sal e o fermento e programar 1 min/37º/vel 1;
Adicionar a farinha e amassar 2 min/vel amassar;
Retirar e deixar levedar num local morno cerca de 30 minutos ou até dobrar de volume.
Para o recheio, colocar no copo o tomate, a cebola, a cenoura, o azeite, o sal e os orégãos e picar 5 seg/vel 5;
Depois, programar 10 min/ varoma/ vel1;
Retirar e deixar arrefecer.
Pré-aquecer o forno a 180ºC;
Numa superfície polvilhada com farinha, e com um rolo, estender a massa de modo a forma um rectângulo;
Distribuir por toda a massa o molho reservado depois, o queijo ralado e por fim o chourição (com cada um deles formar uma fiada do comprimento da massa!!!);
Enrolar a massa e, com a ajuda de uma tesoura ou faca, cortar as fatias;
Dispor as fatias no tabuleiro do forno (forrado com papel vegetal), deixando algum espaço entre elas e deixar levedar durante mais uns 15 minutos;
Levar ao forno, a 180ºC, cerca de 15 minutos;
Retirar, deixar arrefecer um pouco e... saborear!!!

Amostras e vales L'Oreal

O post de hoje é diferente...
Para além de gostar de cozinhar, sou mulher e,como tal, gosto de cuidar de mim e de experimentar produtos de beleza.
Por pensar que há por aí mais gente como eu, deixo-vos aqui dois links que encontrei, um para pedir 2 vales da L' Oreal para cremes de rosto e ainda recebem uma amostra (eu pedi e já recebi) e o outro para pedir amostras do champoo Total Repair 5.
Espero que gostem...

2 Vales (e uma amostra) para cremes da L' Oreal- aqui.
Champoo L'Oreal Total Repair 5- Pedir amostra aqui.

Beijinhos...


terça-feira, 20 de janeiro de 2015

"Dia M...": Bacalhau à brás com alho francês

Se o fim-de-semana não foi fácil, a semana não se apresenta melhor...
A tosse teima em ficar e a voz, essa, teima em não voltar (pelo menos ao normal...)... 
Mas, mesmo assim, hoje é dia de "Dia M..." e temos um bacalhau à brás com alho francês, servido na minha marmita Fitness!!!

Se um dos problemas que o bacalhau à brás  é o não ter vegetais, ao acrescentar o alho-francês ( e ao reduzir as batatas fritas) estamos a aumentar a sua riqueza nutricional e torná-lo mais saudável. 
Da família dos alhos e das cebolas, o alho francês, cujo nome científico é Allium porrum, é rico em vitaminas  A, C e do complexo B  mas também em sais minerais como ferro, fósforo, potássio, cálcio, entre outros. 
Uma curiosidade apenas, o alho francês deve ser sempre cozinhado "al dente" de modo a não perder a sua textura e sabor!!!




Para esta receita contei com a grande ajuda dos meus novos "ajudantes" de cozinha: o cortador V3  e o ralador Roko da Borner!!!
Com o ralador Roko, cortei o alho-francês em fatias finas semelhantes a "esparguete".


Com o V3 cortei, rapidamente, as cebolas em rodelas finas e perfeitas.

Quanto á batatas, embora possam usar batata palha, podem também por optar por fritar e aí, mais uma vez, o V3 pode ajudar. É só escolher o tamanho "et voilá"...


Obrigada, Smartlunch!!! Obrigada, Pescanova!!!
Obrigada, Borner Portugal!!!

Mas agora vamos lá à receita... :)

Ingredientes para 4 doses:
Azeite q.b.
1 cebola grande 
1 dentes de alho
Alho- francês q.b. (eu coloquei 1 grande)
Batata fritas fritas em casa (ou batata palha) q.b.
4 ovos
Sal q.b.
Pimenta moída no momento  Suldouro q.b.
Salsa picada q.b.
Azeitonas q.b. (usei caseiras!!!)

Preparação:
Colocar num tacho o azeite, a cebola, os alhos e deixar alourar;
Adicionar o alho francês e o bacalhau, previamente cozido e escorrido, e deixar cozinhar em lume brando, mexendo de vez em quando;
Numa frigideira, fritar as batatas, partidas em palitos muito finos;
Ao tacho do bacalhau e alho francês, juntar as batatas fritas bem escorridas, envolver bem com uma colher de pau e levar ao lume brando;
Entretanto, bater os ovos e deitá-los por cima do bacalhau, misturar tudo muito bem, juntar a pimenta, a salsa e rectificar o sal. Servir enfeitado com as azeitonas e salsa picada.

domingo, 18 de janeiro de 2015

Cheesecake com ganache de chocolate e maltesers

Ontem foi o meu aniversário mas o dia foi um tanto ou quanto "estranho"...
Com uma valente gripe tive de lutar contra todos os meus músculos que teimavam em querer ficar na cama. 
Depois da fase do "levanta, não levanta", passei a manhã com os meus homens e, entre um e outro ataque de tosse, lá ía atendendo as chamadas de amigos. <3

Mas não há aniversário sem bolo e, mesmo sem apetite, lá fui tratar de fazer um bolinho...
A ideia que tinha para o meu bolo foi posta de parte pois implicava um certo trabalho e disposição para o fazer... fica para uma próxima!
assim, optei por um cheesecake com ganache de chocolate e maltesers.




Ficou ao menos um bolinho bem simples...
Estou a ficar fã da decoração com saco pasteleiro, embora eu não tenha podido esperar que a ganache estivesse mesmo "no ponto" ... 
Agora, tenho é de ir treinando.

Quanto à receita, aqui fica...

Ingredientes para base:
200 g de bolacha Maria (equivale aproximadamente a 1 pacote)
80 g de manteiga amolecida (eu usei Vaqueiro líquida)

Ingredientes para recheio:
1 embalagem de queijo Philadelphia light
2 pacotes de natas frescas de soja para bater Alpro
8 folhas de gelatina incolor
80 g de açúcar (se gostarem das sobremesas doces, aumentem um pouco a quantidade de açúcar. Eu usei frutose da Sidul, pelo que reduzi a quantidade para, aproximadamente, 1/3)


Ingredientes para o ganache de chocolate:
200-220g de chocolate Pantagruel
200ml de natas (com 35% de matéria gorda)
10g de manteiga
Maltesers 
Borboletas Vahiné

Preparação Bimby:
Colocar as bolachas no copo e programar 10 seg/ vel 8;
Adicionar a manteiga e programar 10 seg/ vel 6;
Deitar a mistura na forma (uso das de abrir para ser mais fácil de desenformar), espalhar e ir pressionado de modo a formar uma base uniforme e colocar no frigorífico;
Colocar as natas no congelador;
Demolhar a gelatina em água fria e reservar;
Colocar no copo o queijo Philadelphia e o açúcar, programar 1 min/ vel 4;
Colocar a borboleta e juntar ao preparado as natas, programar 1,5 min/ vel 3;
Retirar a água em excesso da gelatina (mas não escorrer completamente), colocar no microondas durante 10-20 seg para ficar bem derretida;
Programar velocidade colher e ir deitando a gelatina derretida no copo da Bimby, programar 1 min/ vel 2;
Colocar o preparado sobre a base de bolacha e levar ao frigorífico;
Para o ganache de chocolate, que vai precisar de umas horas para ficar no ponto para ser usado no saco de pasteleiro, colocar o chocolate no copo da Bimby e programar 10 seg/ vel 9, juntar as natas e a manteiga e programar 7 min/90º/vel 3;
Deixar arrefecer umas horas até ter consistência firme para a decoração.
Quanto o ganache estiver pronto para usar, decorar o cheesecake com um bico de pasteleiro à escolha (eu optei por fazer rosas e decorar com maltesers e borboletas da Vahiné);
Levar ao frigorífico até servir.

Preparação Tradicional:
Começar por triturar as bolachas;
Pesar a manteiga e levá-la uns segundos ao microondas para amolecer;
Adicionar a manteiga amolecida às bolachas e misturar bem;
Colocar a massa na forma de abrir (para tornar mais fácil o desenformar do cheesecake), espalhar a mistura e pressionar bem;
Levar ao frigorífico enquanto preparamos o recheio;
Colocar as natas no congelador;
Demolhar a gelatina em água fria e reservar;
Bater o queijo-creme com o açúcar, com a ajuda de uma batedeira, até a mistura ficar cremosa;
Juntar as natas, preferencialmente frescas, e bater bem com batedeira;
Retirar a água em excesso da gelatina (mas não escorrer completamente) e colocar no microondas durante uns 10-20 seg de modo à gelatina ficar totalmente derretida;
Ir adicionando a gelatina no preparado mas mexendo sempre com batedeira;
Colocar o preparado sobre a base de bolacha e levar ao frigorífico;
Para o ganache de chocolate, que vai precisar de umas horas para ficar no ponto para ser usado no saco de pasteleiro, partir o chocolate e colocar numa panela com as natas e a manteiga e levar ao lume, mexendo até ao chocolate estar derretido e o ganache estar homogéneo; Deixar arrefecer umas horas até ter consistência firme para a decoração.
Quanto o ganache estiver pronto para usar, decorar o cheesecake com um bico de pasteleiro à escolha (eu optei por fazer rosas e decorar com maltesers e borboletas da Vahiné);
Levar ao frigorífico até servir.
Bom Apetite!!! :)

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Smartbento da Smartlunch

Este fim-de-semana fui a uma das lojas Smartlunch e, frente ao expositor com a nova gama de marmitas- a Smartbento, estive uma eternidade para escolher a minha nova marmita...
Não foi fácil escolher a cor pois elas são todas lindas...

Compacta e ergonómica, com paredes reforçadas (o que lhe confere uma resistência extra podendo ser lavada na máquina) e livre de BPA (o que a torna segura do ponto de vista alimentar), a Smartbento é 100% design nacional.
Super prática, pois podem usar-se os dois compartimentos (obtendo-se uma capacidade de 950 ml) ou apenas um deles (correspondendo a 500 ml), a Smartbento compreende a Glam Collection e a Action Collection ambas com cores fantásticas e que se podem complementar com os talheres, que encaixam nas tampas tornando o seu transporte mais prático e seguro.

No final, escolhi a Fitness da Action Collection que é simplesmente, linda!!! <3



Obrigada Smartlunch por  dares "cor" e glamour aos meus almoços!!! <3

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

"Dia M...": almondegas com tagliatelle de espinafres

Mais um "Dia M" e desta vez deu-me vontade de experimentar um tagliatelle de espinafres o qual acompanhei com almondegas.
Já sabem que gosto imenso de massa e esta ainda não conhecia...
E olhem que gostei... 
Além disso, o tom verde dá-me uma certa "esperança" e força para encarar a semana... :P




A receita é fácil mas aqui fica...

Ingredientes:
Almôndegas (podem comprar já feitas ou optar pela carne picada e temperar e moldar)
1 cebola
1 dente de alho
Azeite q.b.
Vinho branco q.b.
Polpa de Tomate Compal da Horta q.b.
Sal q.b.
Pimenta Suldouro q.b.
1 folha de Louro Suldouro
Tagliatelle de espinafres q.b.

Preparação:
Fazer um refogado com o azeite, a cebola, o alho e o louro (sem a nervura) e deixar alourar;
Colocar as almôndegas e deixar "saltear"; Depois de estarem "salteadas" de um dos lados, virá-las com cuidado;
Depois de as almôndegas estarem "alouradas" de ambos os lados, adicionar a polpa de tomate, um pouco de vinho branco, o sal e a pimenta, a gosto, e deixar refogar; No caso de ser necessários, adicionar um pouco de água e deixar apurar;
Entretanto, cozer o tagliatelle de espinafres, em água com um fio de azeite e sal, durante o tempo referido na embalagem (de modo a ficar "al dente");
Quando as almôndegas estiverem cozidas, rectificar os temperos,  servir acompanhado com o tagliatelle.

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Bolachas de manteiga (com dispara-biscoitos)

Ainda antes do Natal comprei um dispara-biscoitos mas só na interrupção lectiva tive tempo para o experimentar.
Assim, aproveitando para testar o "novo brinquedo" fizeram-se umas bolachas de manteiga para oferecer...
Experimentei os vários "bicos" do dispara-biscoitos, obtendo bolachas de vários formatos desde flores a pinheiros, estrelas, etc.
Nada como miminhos "homemade" cheios de sabor e carinho... :)
Depois das bolachas prontas foi só colocar nos saquinhos e colocar um laço...




Como foi a minha primeira experiência com este utensílio optei por seguir a receita de bolachas que vinha com ele para poder ver qual a consistência ideal da massa. 
Já percebi que a massa não pode ser nem mole demais nem demasiado rígida (pois senão não conseguimos "disparar" as bolachas!).

Deixo-vos então a receita que segui...

Ingredientes:
300g de farinha

200g de manteiga (usei Vaqueiro Líquida)
100g de açúcar Sidul
1 saqueta de açúcar baunilhado Vahiné
1 ovo
Raspas de limão (opcional)

Preparação tradicional:
Juntar todos os ingredientes numa tigela e amassar até obter uma massa lisa;
Com essa massa, fazer um rolo e (com ele) encher a prensa do dispara-biscoitos;
Depois, é só disparar para cima de um tabuleiro revestido com tapete de silicone e levar ao forno até ficarem prontos.

quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Baileys caseiro

Como já vos tinha dito nas festas muitas iguarias se fizeram mas não houve tempo para fazer os posts...
A pouco e pouco, vou colocando os posts em atraso, sobretudo daquelas receitas que me chegaram "ao coração".
Uma das receitas que fez sucesso foi este Baileys caseiro, com a vantagem de não ter de se guardar no frigorífico.



Quanto à receita, adaptei-a de uma apresentada no Mundo de Receitas Bimby.

Ingredientes:
1 lata de leite condensado (usei magro)
1/2 lata de whisky de boa qualidade (embora na receita refira 1 lata, achei que ficava muito forte!)
1 colher de chá de café Nescafé
1 colher de chá de chocolate em pó Pantagruel

Preparação Bimby:
Colocar todos os ingredientes no copo e programar 20 seg/ Vel. 3;
De seguida, e de forma a melhor dissolver o café, programar 5 min/ 70ºC/ Vel 2;
Se achar que o licor fica muito espesso pode optar por juntar um pouco mais de whisky.
Colocar numa garrafa e, depois de deixar arrefecer, servir. (Não precisam de guardar no frigorífico)

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

"Dia M...": rolinhos de perú com tâmaras

Sabem quando viram uma receita que vos chamou à atenção e, quando decidem fazê-la (já) não sabem onde a viram?!?
Ora bem, foi mais ou menos o que aconteceu comigo ontem quando ia preparar o jantar (e a marmita)…
Solução?!? Improvisar… :P
E não é que ficou bom!!! 
Acho que até ficou um prato requintado e, como tal depois, uma marmita requintada…
Aproveito para desejar a todos os Marmitas Lovers um excelente ano de 2015!!!




Talvez ficasse bem acompanhado por um arroz mas eu optei pela massa simples e a salada de couve-roxa (cortada com o meu V3 da Borner!!!) e tomate chucha.
Quanto à receita, e como disse, meio improvisada, aqui fica...

Ingredientes:
4 Bifes de peru (cortados bem fino)
Sal q.b.
Pimenta Suldoro q.b.
Vaqueiro sabores Aves q.b.
8 Tâmaras secas (o dobro do nº de bifes)
1/2 cálice de Vinho do Porto

Preparação:
Colocar os bifes de peru, cortados bem finos e cortados a meio, sobre uma tábua de cozinha e temperar com sal e pimenta;
Colocar uma ameixa sobre cada uma das metades de bife, enrolar e prender com um palito;
Derreter uma ou duas colheres de Vaqueiro Sabores Aves numa frigideira larga e alourar os bifes recheados de ambos os lados;
Juntar mais uma colher de Vaqueiro e o vinho do Porto, tapar e deixar cozinhar cerca de 10 minutos até a carne estar tenra;
Servir com arroz branco (ou, então eu, como massa!!!) e uma salada.

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

Teste ao cortador de legumes V3 da borner

O post de hoje não é uma receita...
É um teste ao meu novo cortador V3 da Borner, ao fazer a sopa do M* e ao preparar o "Dia M..." de amanhã (sim, em 2015 o "Dia M..." passou para as terças-feiras!).

O que vos posso dizer acerca deste cortador é que é... 
...fantástico!
Olhem o que eu fiz com a couve-roxa?!?
Pareço uma "Pro"... 
Esta, segue já na minha marmita... :)


E as batatas da sopa do M*...
Cortei umas em palitos finos, ideal para bacalhau à Brás ou receitas similares, outras em palitos grossos e outras às rodelas. Tudo num instante e tudo como eu gosto, direitinho!!!


Posso dizer que o V3 (e eu) superamos o teste!!! :P
Obrigada, Borner!!! <3


domingo, 4 de janeiro de 2015

Parceria Borner

E eis que chega a primeira parceria de 2015... 
E com quem, perguntam vocês?!?
 Nada mais nada menos do que com a conceituada marca Borner!!!


A Borner é uma das mais prestigiada marcas, a nível mundial, de cortadores de legumes.
A qualidade, segurança, e ergonomia dos produtos Borner (made in Germany ) escreveram uma historia de sucesso desde 1956 na Alemanha e desde 1989 em Portugal.
Em constante evolução, a gama de produtos Borner tem vindo a aumentar... 
Para conhecerem todos os produtos e estarem a par das novidades visitem visitar a loja on line e a página de facebook (aqui). 

Eu andava doida por ter esta mandolina (Borner V3) e ainda recebi o ralador Roko, agora... tenho de os testar!!! :)
Obrigada pela simpatia e pelo voto de confiança!!! <3



Galette des Rois

Hoje, e com a aproximação do Dia de Reis, deixo-vos aquele que é o doce típico deste dia na minha terra natal: a "Galette des Rois". 
Simplesmente, ADORO!!! 
Desde criança que deliro com esta "galette" e nunca de encho dela...
Este ano não foi excepção e, para além de ter feito uma para o aniversário do M*,  acho que vou repetir a dose para este dia... :P
Mesmo sabendo que, amanhã, estamos oficialmente em "contenção de doces" deixo-vos umas imagens da minha galette...

 


Quanto à receita (que saiu na Revista Momentos de Partilha de Janeiro de 2012!), aqui fica a minha adaptação para quem quiser experimentar! 
Ingredientes:
2 bases de Massa Folhada
80g de açúcar (a receita refere 125g)
125g de amêndoa laminada  Vahiné
100g de Vaqueiro líquida
2 ovos
1 gema p/ pincelar

Preparação Bimby:
No copo colocar a amêndoa e ralar uns segundos na vel 7 e reservar;
Colocar no copo a Vaqueiro e o açúcar e programar 20 seg/ vel 4. Juntar os ovos e a amêndoa e programar 15 seg/ vel 3-4, até obter uma massa homogénea;
Estender uma das massas folhadas, em cima do papel vegetal, e picar com um garfo;
Deitar a mistura feita com a amêndoa e colocar a segunda base de massa folhada por cima; Dobrar as bordas, pincelar com água ou clara de ovo (para colar!) e selar as extremidades com a ajuda dos dentes de um garfo.
Com uma faca, fazer uns traços, ao de leve, no topo da massa, pincelar com a gema de ovo e levar ao forno a 180º até a massa aumentar e ficar douradinha.

sábado, 3 de janeiro de 2015

Choco em molho de tomate com puré

Depois das festas e, um tanto ou quanto farta da cozinha, optei por um almoço leve e rápido: chocos em molho de tomate com puré McCain. 
Adoro estes choquinhos e este puré da McCain, que utilizei pela primeira vez, é super fácil e rápido de preparar e ficou com o aspecto e o sabor do feito em casa. :)






A receita que segui, com as minhas adaptações, foi a da revista Teleculinária Robot.

Ingredientes: (para 2-3 pessoas)
1 embalagem de chocos limpos Pescanova
1 cebola pequena
1 dente de alho
1 lata pequena de tomate pelado
30 g de azeite
50 g de vinho branco
1 folha de louro Suldouro (sem nervura central)
1 raminho de salsa
Sal e piripiri Suldouro q.b.
Puré de batata McCain

Preparação Bimby:
Descascar e lavar a cebola e o dente de alho e cortar a cebola em quartos;
Deitar para o copo, adicionar o tomate pelado e programar 5 segundos/ vel 5;
Juntar depois o azeite, a folha de louro e um ramo de salsa e programar a 5 min/ 100º/ vel 1;
Adicionar os choquinhos e o vinho branco, temperar com sal e piripiri e manter a 100ºC/ velocidade colher inversa durante mais 20-25 minutos; Rectificar os temperos.
Entretanto, fazer o puré de batata da Mccain de acordo com as instruções da embalagem e, em poucos minutos, obtemos um puré com um sabor natural. 
Retirar do copo os choquinhos, que podem polvilhar com salsa picada, e servir acompanhado com o puré de batata.