sexta-feira, 31 de julho de 2015

Salada de beterraba e delícias do mar

Hoje, o meu almoço foi uma salada do livro "Estar em Forma" que a Teleculinária me enviou (Obrigada, Teleculinária!!!). 
Esta salada é composta por ingredientes riquíssimos em termos nutricionais... a beterraba por exemplo, é rica em ferro, magnésio e potássio, enquanto as nozes, essas, são ricas em antioxidantes e fósforo!!!
À receita do livro, só acrescentei delícias do mar, de modo a aumentar o conteúdo proteico, e ficou muito boa e, acima de tudo, saudável!!!




Para conseguir ralar a beterraba de forma tão perfeita usei o ralador da Börner. Já não passo sem estes acessórios!!!
Quanto à receita aqui fica...

Ingredientes: (para 3-4 pessoas)
3 beterrabas cruas (eu usei cozidas!)
Queijo feta q.b.
Miolo de noz q.b.
1 raminho de ervas (manjericão, cebolinho e hortelã)
4 c. (sopa) de vinagre balsâmico
1 c. (chá) de mostarda de Dijon
1 c (sobremesa) de azeite
Sal  e Pimenta Suldouro q.b.

Preparação:
Descascar as beterrabas, ralar e reservar;
Deitar a mostarda para uma tigela, juntar o vinagre e misturar bem, adicionar o azeite, em fio, mexendo sempre. Temperar com sal e pimenta, juntar as ervas aromáticas e envolver. Juntar a beterraba e misturar.
Cortar as delícias e o queijo, colocar por cima da salada;
Juntar o miolo de noz e decorar com folhas de manjericão.

quinta-feira, 30 de julho de 2015

Paté de delícias do mar

Verão rima com jantar no exterior e, se com amigos, melhor ainda...
Muitas das vezes, nem são "jantares" mas sim, "lanches-ajantarados". Não sei se conhecem a expressão mas, na realidade, são convívios que começam com um lanche mas que se prolongam até à hora do jantar (e durante os quais se foi comendo ao ponto de não se jantar!). Se há coisa que não pode faltar nesses lanches prolongados, são petiscos e entradinhas...
Assim, de vez em quando, vou colocando um ou outro desses petiscos começando hoje com o paté de delícias do mar.
Este é um daquelas receitas que não falham e que (quase) toda a gente aprecia...




Embora toda a gente saiba fazer este tipo de paté, aqui fica a minha receita...

Ingredientes:
Delícias do Mar Pescanova q.b.
Pickles q.b.
Iogonese ou maioneses light q.b.

Preparação:
Com a ajuda de uma picadora (ou da Bimby comigo!), picar as delícias do mar, colocar numa taça e reservar;
Picar os pickles e juntar às delícias do mar e misturar;
Ir colocando a iogonese ( a gosto) e misturar bem de modo a ficar uma pasta mais ou menos homogénea;
Servir fresca e com tostinhas!!! :*
Bom apetite!!! :*

Arroz de peixe malandrinho

Esta semana estou de férias mas como a outra Ginja não está, eu e o M* andamos "por aqui"...  Piscina, uma visita à pastelaria aqui ao lado, uma visita aos avós e muito tempo passado com o Brutus e o Bekas (os nossos cães), assim têm sido os nossos dias. 
Não me estou a queixar... Muito pelo contrário, depois das viagens (a escola ficava bastante longe) eu quero mesmo é sossego. 
E, quando enquanto o M* faz a sua sesta, eu aproveito para me dedicar às limpezas (mulher, sofre!). :)
Quanto às refeições, selecciono algo rápido mas do qual o M* goste como este arroz de peixe malandrinho.
As fotos, mais uma vez, não estão grande coisa por terem sido tiradas já quase sem luz , pois este tipo de arroz tem de ser servido logo e a outra Ginja chegou tarde.
Paciência, o que interessa é que o arroz estava bom!!!



Quanto à receita, adaptei-a da revista Robot deste mês (com isto, lembrei-me que não coloquei post no facebook quando a recebi...). 

Ingredientes: (4 pessoas)
200g de arroz agulha Bom Sucesso
1 lata pequena de tomate pelado
1/2 pimento vermelho
1 cebola pequena
1 dente de alho
30g de azeite
Coentros (não coloquei)
1 Caldo de legumes
Sal e pimenta Suldouro q..b.

Preparação Bimby:
Deixar descongelar as tranches, temperar e reservar;
Descascar a cebola e o dente de alho, cortar em pedaços e colocar no copo. Juntar o azeite e o tomate pelado e ligar 5 seg/ vel 5;
Decorrido esse tempo, programar 5 min/ 100ºC/ vel colher;
Adicionar água (começar por colocar uns 800g gramas mas, provavelmente, terá de acrescentar mais ao longo da cozedura!), o caldo de legumes e programar 10 min/ 100ºC/ vel colher;
Colocar a borboleta, acrescentar o arroz, o peixe e o pimento (cortado em pedaços), rectificar os temperos e programar 15 min/ 100ºC/ vel colher inversa (Nota: a meio do programa parei a Bimby e tive de acrescentar água); No final, colocar as delícias em forma de lagosta cortadas aos pedaços e programar mais 2 min/ 100ºC/ vel colher inversa; Retirar do copo e servir de imediato... (Sugestão: pode servir com coentros picados).

quarta-feira, 29 de julho de 2015

Cinema em casa grátis com a Alpro

Para quem gosta dos produtos da Alpro aqui fica uma oferta... 
Os produtos Apro adquiridos são convertidos em pontos e ao acumular 5 pontos, é só preencher um formulário, enviar, e recebemos um Meo VideoClub Card com 5€.


Para saber mais espreitem aqui.
Depois, é só escolher o filme...

Pizza de argolas do mar, ananás e milho versus pizza de fiambre e milho

Há algum tempo que não fazia pizza e ontem, depois de uma tarde (super quente) a tratar de documentos e mais documentos para finalizar a matrícula do M* na sua nova escolinha, foi o nosso jantar. A dúvida foi qual o recheio e, para não estar a ligar ao maridão para ver qual lhe apetecia, optei por fazer uma pizza com dois molhos e recheios diferentes.
Assim, dei um formato rectangular à massa e, de um lado coloquei natas light, argolas do mar, milho e ananás, e do outro lado, refogado de tomate Compal, fiambre e milho.
Deste modo, mesmo sem "negociações", deu para agradar a "gregos e troianos"!!! :)
As fotos não estão muito bem pois já havia pouca luz e os meus dois homens já estavam à espera... :P




Eu gosto de fazer a massa na Bimby mas podem optar por comprar massa fresca para pizza o que torna tudo ainda mais rápido.

Ingredientes para massa da pizza: (dá para uma pizza do tamanho do tabuleiro do forno)
200g água
50g azeite
1 c. chá de sal
400g farinha
1 saqueta de fermento de padeiro Vahiné

Ingredientes para o recheio 1:
1 embalagem de argolas do mar Pescanova (embora não tenha usado toda a embalagem)
1 pacote de natas de soja light Alpro 
Ananás q.b. (partido aos pedaços)
1/2 lata pequena de milho cozido
Queijo ralado q.b. 

Ingredientes para o recheio 2:
Refogado de tomate Compal da Horta q.b.
Fiambre q.b.
1/2 lata pequena de milho cozido
Queijo ralado q.b. 

Preparação: 
No copo colocar a água, o azeite e o sal e programar 2 min/37ºC/vel 2;
Adicionar a farinha e o fermento e programar 2 min/ vel espiga; Retirar e deixar levedar num local morno até dobrar de volume;
Numa superfície polvilhada com farinha e com a ajuda de um rolo estender a massa de modo a que fique fina, colocar os ingredientes separando os dois recheios (metade da massa ocupada com um molho e respectivo recheio e a outra metade com o outro molho e recheio), deixando o queijo para o fim;
Levar ao forno pré-aquecido a 220ºC (mas depois de aquecido costumo baixar para os 180ºC) durante cerca de 20 minutos (este tempo pode variar de forno para forno).
Servir com uma salada.

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Sopa de letras (com peixe!)

O fim-de-semana foi muito agradável...
Passado em boa companhia, sem horários ou obrigações. Estas "escapadinhas" fazem (e sabem) muito bem!!!
Apesar do M* já estar com 2 anos e meio eu, quando saímos, gosto de levar a comida para ele. como é o caso desta sopa de letras, inspirada numa receita da revista Robot (setembro de 2014) mas à qual acrescentei peixe (desta vez, Fisburguers da Pescanova), para ficar mais completa.



Ingredientes: (4 pessoas)
250g de cenouras
250g de abóbora 
100g de batata
1 cebola pequena
50g de massinhas letras
20g de azeite
Sal q.b.

Preparação Bimby:
Preparar os legumes (cebola, batatas, cenouras e abóbora), cortar em pedaços e colocar no copo da Bimby; Colocar os fisburgers e adicionar água até cobrir os legumes e programar 35 min/100º/vel. 1;
Temperar com sal, regar com o azeite e programar 30 segundos indo, progressivamente, até à velocidade 7;
Se necessário, acrescentar um pouco de água, junatar as massinhas, mexer com a espátula, e programar 10 min/ 100º/ vel 1 inversa, mexendo com a espátula a meio do programa;
Retirar do copo e servir.

quarta-feira, 22 de julho de 2015

Bacalhau cremoso (com Alpro coco)

Para se ter um blog é preciso tempo, coisa que, estando a trabalhar (sobretudo com anos de exame!), com as deslocações e com o M* nem sempre foi fácil de conseguir. Se o fiz, embora por vezes o blog tenha estado a "meio-gás", foi graças a muita força de vontade.
Ao longo deste ano, muitos foram as receitas, já fotografadas e tudo, que ficaram por publicar por não ter hipótese de fazer o post...
Não, não tenho a pretensão de comparar este blog com outros que povoam a blogosfera. 
Se tenho o blog é por gosto e não pelos "louros" ou convites. 
Se os miminhos sabem bem?!? Claro que sim mas não dependo deles.
Quem sabe este ano lectivo as coisas fiquem mais fáceis e eu me consiga dedicar um pouco mais ao blog. :)

Mas terminam por aqui a lamentações e passemos à receita de hoje... :P
A sugestão de hoje, e que já está há algum tempo à espera que eu faça o post, é um bacalhau cremoso aromatizado com o leite de coco da Alpro, que é uma alternativas (saudável) às natas tradicionais.




Quanto à receita, aqui fica...

Ingredientes: (4 pessoas)
1 embalagem Bacalhau demolhado e desfiado Pescanova
400g batata frita palha (se fritarem em casa melhor ainda)
1 cebola grande
450g leite
1 embalagem de Alpro Coco
Queijo ralado q.b.
90g farinha
30g azeite
Sal q.b.
Pimenta Suldouro q.b
Noz-moscada Suldouro q.b.

Preparação Bimby:
Colocar 600g água no copo e na Varoma o bacalhau desfiado, descongelado, escorrido e temperado com sal, e programar 20min /Varoma/Vel 2;
Quando terminar o tempo, colocar o bacalhau numa taça e reservar a água da cozedura;
No copo colocar o azeite, a cebola cortada em rodelas finas (usei a minha mandolina Börner) e programar 5min/ Varoma/ Colher Inversa;
Retirar a mistura e colocar com o bacalhau reservado;
Para o béchamel, deitar no copo a água reservada e acrescentar água até perfazer 700g colocar o leite, a embalagem de Alpro coco, juntar a farinha, temperar com sal, pimenta e noz-moscada e programar 9min/ 90ºC/ Vel 4;
Num recipiente que vá ao forno, deitar a mistura reservada do bacalhau, adicionar a batata palha e o molho béchamel, envolver muito bem e terminar polvilhando com o queijo ralado;
Levar ao forno, pré-aquecido a 200º; até dourado e servir com uma salada.

sábado, 18 de julho de 2015

"Em forma- Receitas e dicas nutricionais para desportistas"

Ontem, e sem eu estar à espera, o carteiro tocou para me entregar mais uma encomenda.
Sem ter noção do que seria, abri a encomenda e deparei-me com o livro e um CD "Estar em forma- Receitas e dicas nutricionais para desportistas".
Não pude deixar de sorrir...
 Ele há cada coincidência!!! 
Na semana em que retomei os meus treinos (um tanto ou quanto obrigada pelo meu PT), recebo este livro.

Este livro, pensado para quem pratica actividade física, agrega uma cuidada selecção de receitas e dicas para desportistas.
São 40 sugestões de receitas, desde pequeno-almoço a refeições principais e snaks pré e pós-treino, sempre acompanhadas de conselhos e dicas que permitem melhorar a performance do treino dos desportistas.
Este livro estará à venda nas livrarias a partir do dia 22 de julho.


Este livro e CD não podiam ter vindo em melhor altura!!!
À medida que vá fazendo uma ou outra receita, vou partilhando.
Obrigada, Edições Plural!!!
Obrigada, Teleculinária!!!

sexta-feira, 17 de julho de 2015

Tranches de pescada com molho de tomate e puré

Com o M* já com dois anos e meio e poder comer (quase) tudo, a receita de hoje é saudável e dá para adultos e para os mais pequenos: tranches de pescada com molho de tomate e puré.
As tranches foram cozidas a vapor e ficaram suculentas. Depois, foi só preparar puré e o molho de tomate que vai, no nosso caso, dar mais sabor ao peixe.
Como se por si a refeição não fosse já apetitosa, nestas altura do ano, adoramos comer no pátio onde temos uma frescura e uma vista fantástica.




O que acharam da sugestão?!?
Espero que tenham gostado e, caso queiram experimentar, aqui fica a receita que foi inspirada numa receita de mimos de pescada da revista Teleculinária Especial Robot de Cozinha de maio de 2013.

Ingredientes: (3-4 pessoas)
1kg batatas 
1 lata pequena de tomate pelado 
1 cebola
1 dente de alho
400g de leite
30g de Vaqueiro líquida
30g de azeite
Sumo de limão q.b.
Coentros picados q.b.
Pimenta Suldouro q.b.
Noz Moscada Suldouro q.b.
Sal q.b.

Preparação:
Descongelar as tranches de pescada Pescanova e temperar com sumo de limão, sal e pimenta;
Deitar 500 g de água no copo do robot, encaixar o recipiente de vapor com o peixe, fechar e programar na temperatura vapor, durante 20 minutos, na velocidade 2. Retirar e reservar;
Descascar e lavar as batatas, cortars em pedaços, deitar no copo escorrido, juntar o leite e programar a 90°C, durante 30 minutos, na velocidade 1;
Adicionar a manteiga, tempere com noz-moscada, sal e pimenta e ligar 30 segundos na velocidade 4, passando com a espátula a meio. Retirar do copo e reservar em local quente;
Descascar e lavar a cebola e os dentes de alho, cortar em pedaços, deitar no copo, juntar o tomate pelado e o azeite, temperar com sal e pimenta e programar a 100°C, durante 20 minutos, na velocidade 2; Depois, para triturar, ligar 30 segundos progressivamente nas velocidades 6 e 7.
Dispor as tranches de pescada numa travessa, colocar o puré de batata ao lado, regar com o molho, e sirva polvilhar com os coentros picados.

segunda-feira, 13 de julho de 2015

Iogurte, grânola e framboesas

Começar a semana nem sempre é fácil mas se há coisa que não podemos descurar à segunda-feira, ou em qualquer dia, é o pequeno- almoço.
Não é por acaso que esta é considerada a refeição mais importante do dia. Depois de um longo período sem ingerirmos alimento, esta refeição deve fornecer-nos os nutrientes essenciais e energia para aguentarmos um dia cheio de actividades.
Aqui fica a minha sugestão de pequeno- almoço que poderão acompanhar com um sumo de fruta ou néctar: iogurte com grânola e framboesas (acabadas de apanhar na minha mini-horta!!!).


As framboesas, pertencem ao género Rubus e são ricas em antioxidantes, flavonóides, vitaminas e fibras o que faz delas um importante aliado para o coração, memória, digestão, combate de inflamações, etc.
Ah, e já agora, façam como eu e aproveitem este momentos pois o resto do dia vai ser (como quase sempre...) a "mil"!!!


Bom dia e boa semana!!!
Não tarda nada, é fim-de-semana de novo...

sábado, 11 de julho de 2015

Arroz de marisco à Pescanova

A sugestão de hoje é um arroz de marisco bem rápido e apetitoso.
Pela primeira vez experimentei o Preparado de Marisco da Pescanova e, qual não foi a minha surpresa (sim, não li tudo o que vinha escrito na embalagem... só li as letras "grandes"!!!) quando me apercebo que já vem com molho e tudo.
Ou seja, fazer um arroz de marisco resume-se quase ao tempo de cozedura do arroz!!!
Obrigada, Pescanova por pensares em nós com as nossas vidas agitadas.
E digam lá que não fica com bom aspecto... :)



Receita?!?
Ingredientes: (para 4 pessoas)
1 embalagem de Preparado para Arroz de Marisco 500g Pescanova
1 embalagem de Miolo de Camarão 80/100 350g Pescanova
Delícias do Mar sem glúten q.b. (opcional)
1 cebola grande
1 dente de alho
1 c. de sopa de cebola
1 tomate maduro
sal e piri-piri q.b.
2 ½ chávenas de água
1 chávena de arroz
coentros q.b.

Preparação:
Refogar no azeite a cebola e o dente de alho bem picados, até alourar;
Pelar o tomate, picar e adicionar ao refogado;
Entretanto, descongelar uma embalagem de Arroz de Marisco Pescanova. Juntar os mariscos ao refogado e mexer;
Com o lume brando, tapar o tacho e deixar apurar durante, aproximadamente, 5 minutos;
Adicionar as chávenas de água quente e o molho que vem na bolsa dentro da embalagem de Arroz de Marisco Pescanova e juntar ao marisco;
Quando começar a ferver juntar o arroz e mexer. Quando retomar a fervura, deixe cozer tapado durante 10 minutos. Cerca de 5 minutos antes de terminar a cozedura, adicionar o miolo de camarão descongelado. Retirar do lume, polvilhar os coentros picados e servir.

sexta-feira, 10 de julho de 2015

"Escolha Vegetal", porquê?!?

Na semana passada, a convite da Unilever/ Jerónimo Martins eu, e um grupo muito simpático, viajamos até à origem dos cremes vegetais, e ficamos a saber qual a base do conceito "Escolha Vegetal".
Embora eu não esteja em Lisboa, onde se iniciaria a nossa viagem, eu não podia recusar este convite pois como bióloga, tem muito a ver comigo.

Sendo as sementes a fonte de extracção dos óleos que são um dos ingredientes dos cremes vegetais, a primeira paragem foi num luminoso campo de girassóis (embora não sejam as únicas plantas a contribuir com sementes para a produção de óleos uma vez que se podem extrair também da linhaça, da colza, etc). 


O girassol, cujo nome científico é Helianthus annuus, na verdade, não é "uma flor" mas sim, uma inflorescência, na qual se reúnem dois tipos de flores, as periféricas liguladas e as centrais, férteis.


Depois da visita ao campo de girassóis fomos convidados a fazer o nosso próprio creme vegetal!!!
Eu, em equipa com a Olívia, do Blog Alquimia dos Tachos, fizemos um creme com óleo de côco e aromatizado com coentros. 
Ficou perfeito!!!


Se também quiserem experimentar a fazer um creme vegetal fica aqui a receita...


No final, ainda tivemos oportunidade de provar uma grande variedade de cremes de barrar.
Aproveitei para provar aqueles que ainda não conhecia.


Mas, perguntam vocês, porque devemos fazer uma "Escolha Vegetal"?!?
Na verdade, e ao contrário do que muitas pessoas pensam, não devemos abolir as gorduras da nossa dieta alimentar. O que devemos fazer é seleccionar as gorduras mais saudáveis, ou seja, aquelas que sejam polinssaturadas (ao invés das saturadas).
Além disso, os cremes vegetais são ricos em vitaminas A e E, são isentos de gorduras-trans e existem nas versões para barrar e cozinhar.
Se quiserem saber mais sobre cremes vegetais é só clicar aqui.

Para além das fotos lindas, fomos muito bem tratados pela equipa e ainda trouxemos uns miminhos.
Obrigada, Unilever pelo convite!!!
Obrigada, Graziela Costa, do blog Vida de Desempregada, Ana Gaspar e Mafalda, por me tirarem as fotos!!!


segunda-feira, 6 de julho de 2015

Panquecas...

O início de semana pode ser difícil mas, depois de ultrapassar as primeiras horas, tudo parece fluir...
Para começar a semana com um sorriso nos lábios deixo-vos uma proposta doce que podem levar na vossa marmita: panquecas e morangos (se quiserem uma versão mais saudável podem ver aqui umas panquecas proteicas http://asvariasfacesdaginja.blogspot.pt/2013/08/panquecas-proteicas-panquecas-para.html ) !!! 

Boa semana para todos!!!

Ingredientes:
150g de farinha
1/2 c. de chá de sal
50g de Vaqueiro líquida
50g de açúcar (eu pus um pouco menos)
200g de leite
2 ovos
1 c. de chá de fermento químico Vahiné

Preparação:
Colocar no copo todos os ingredientes e programar 15 seg/Vel 6;
Untar uma frigideira pequena com Vaqueiro líquida (uso pincel de cozinha!) e aquecer no lume;
Colocar uma concha da massa preparada, quando fizer umas "borbulhas" virar e deixar alourar;
Servir simples ou cobertas com chocolate, doce, etc...

quarta-feira, 1 de julho de 2015

Salada de polvo

Com o tempo quente apetecem mesmo comidas leves como saladas e petiscos.
Um dos petiscos dos quais mais gosto mas que, nem sei muito bem porquê, não faço muito é salada de polvo.



Um petisco tão bom e que não custa nada a fazer... 
Ingredientes:
2 cebolas
1/2 pimento vermelho
1/2 pimento verde
Coentros picados q.b.
Azeite q.b.
Vinagre q.b.
Sal q.b.

Preparação:
Cozer o polvo, em água com sal, e com uma cebola pequena (há quem coloque a cebola com a casca);
Depois de cozido, deixar o polvo arrefecer, cortar em pedaços e colocar numa saladeira;
Picar uma cebola e cortar os pimentos em cubos e adicionar ao polvo;
Regar com o vinagre e o azeite, a gosto, e envolver bem.
Terminar polvilhando com coentros picados e levar ao frigorífico.
Servir fresca.