domingo, 29 de setembro de 2013

Mini-pizzas com queijo cremoso Lacticínios das Marinhas

Cá em casa, fim-de-semana, como já devem ter reparado, é quase sinónimo de pizza!!!
Obviamente, porque gostamos muito mas também porque fazendo tudo em casa, desde da massa ao recheio, não faz assim tão mal... :P

 Hoje, para além de fazer a pizza grande da praxe ainda fiz umas mini-pizzas com o queijo cremoso do Lacticínios das Marinhas.

Tenho de admitir, embora já o tivesse experimentado barrado no pão, estava curiosa por experimentar na pizza...
 O queijo cremoso dá-lhes um toque especial, ficaram muito boas!!! :*
Era suposto ter sobrado alguma das mini-pizzas para eu levar amanhã para a minha "marmita" mas, na verdade, as que sobraram do almoço não "sobreviveram" ao lanche (ou melhor, ao apetite da outra Ginja cá de casa que até nem gosta de queijo!!!).
"Prontos" lá vou eu ter de arranjar outra coisa para amanhã... 




Quanto à receita da base de pizza uso sempre a mesma... 

Ingredientes para massa da pizza:
200 g água
50 g azeite
1 c. chá de sal
400 g farinha
1 saqueta de Fermento de padeiro Vahiné

Ingredientes para recheio:
Polpa de tomate
Orégãos
Atum
Milho
Queijo cremoso dos Lacticínios das Marinhas

Preparação: 
No copo colocar a água, o azeite, o sal e o fermento e programar 2 min/37ºC/vel 2;
Adicionar a farinha e programar 2 min/ vel ;
Retirar e deixar levedar num local morno até dobrar de volume;
Numa superfície polvilhada com farinha e com a ajuda de um rolo estender a massa de modo a que fique fina, e cortar em pequenos círculos para fazer as mini-pizzas;
Guarnecer com os ingredientes escolhidos (eu usei base de tomate e orégãos e depois coloquei atum, milho e, para finalizar, o queijo cremoso dos Lacticínios das Marinhas);
Levar ao forno pré-aquecido a 220ºC (mas depois de aquecido costumo baixar para os 180ºc) durante cerca de 10-15 minutos.
Bom apetite!!! :*

sábado, 28 de setembro de 2013

Parceria com Sociedade dos Vinhos Borges

Hoje tenho o prazer de anunciar mais uma parceria, desta vez, com a Sociedade dos Vinhos Borges


A casa Borges foi fundada em 1884, por dois irmãos estando, hoje em dia, os Vinhos Borges integrados na empresa José Maria Vieira, uma empresa familiar com mais de 50 anos de existência.
Considerada, actualmente, uma das maiores vitivinícolas nacionais, o seu sucesso e a criação de vinhos de excelência, assenta no empenho e na sua "paixão secular pela Natureza e pelo Homem". 

Produtora de vinhos de mesa, vinhos de Porto, Espumantes e Brandys de referência nacional e internacional,  a Sociedade de Vinhos Borges desde cedo se afirmou como um dos principais produtores e exportadores de vinhos portugueses. 

Para experimentar, eu recebi o espumante Fita Azul Celebration que vou guardar para uma comemoração muito importante que vamos ter cá em casa... :*
Depois de experimentar darei feed-back!!! :)


Muito obrigada Sociedade de Vinhos Borges, pela "Fita Azul" e pelo voto de confiança e continuem a dar a conhecer Portugal ao Mundo!!!

PS: Quem quiser saber um pouco mais sobre a história ou os produtos da Sociedade de Vinhos Borges pode visitar o site http://www.borgeswines.com/ ou a sua página de facebook https://www.facebook.com/borgeswines .

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Parceria Torrié

As várias faces da Ginja tem o prazer de informar que estabeleceu uma parceria com a Torrié cujo café recebeu a distinção de "Melhor Sabor do Ano 2013"!!!

A Torrié é uma empresa do grupo JMV - José Maria Vieira, S.A., cujas raízes remontam à década de 80. A história da Torrié é uma autêntica fonte de inspiração... 
Fundada pela mão do Sr. José Maria Vieira, que teve a árdua tarefa de passar de produtor quase local, regional, para uma estrutura que abrange todo o território nacional e até internacional.

A Torrié dispõe actualmente de várias soluções para as nossas casas que vão desde o café grão, ao café de filtro, às pastilhas e mais recentemente à solução das cápsulas, compatíveis com os equipamentos Nespresso. 

A sua mais recente aposta foi o lançamento da variedade Torrié biológico, tornando-se na primeira marca portuguesa a lançar um café biológico em cápsula. O café biológico Torrié é produzido através de um sistema agrícola que respeita os ciclos de vida naturais de produção, minimizando o impacto humano sobre o ambiente, preservando a Natureza e assegurando a autenticidade, o sabor, as origens e a qualidade do café. 
Estas foram as amostras que recebi... :)


Quando recebi a minha amostra de Torrié biológico não resisti e fui logo experimentar! 
Na verdade, eu que me considero uma apreciadora de café, fiquei muito agradada! Digo mesmo, fiquei fã e com curiosidade de experimentar as restantes variedades...  

Parabéns Torrié pela distinção de Melhor Sabor do Ano 2013 e obrigada pelas amostras e pelo voto de confiança!!! :)

Para saberem mais sobre a Torrié visitem o site http://www.torrie.pt/pt/ e a página de facebook: https://pt-pt.facebook.com/cafestorrie

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Pão de Deus

Quando o ano lectivo começa costumo repor o stock de pão de Deus para os lanches...
Este ano, embora com menos tempo livre, lá meti mãos-à-obra...

A receita que costumo usar é a do Livro Massas e doces da Bimby e simplesmente, adoro!!!
Fiquei rendida desde a primeira vez que a fiz... Desde então, não deixo acabar o pão de Deus cá em casa...
A única alteração que faço é reduzir um pouco na quantidade de açúcar, dando destaque ao côco, e obtenho um pão fofo e muito bom, aprovado já por várias amigas e amigos! ;)

Desta vez, e porque tive de dividir a minha atenção entre o forno e o M*, ficaram um pouco mais "escuros" do que gostamos (cá em casa gostamos deles "mal cozidos"!!!) mas apetitosos na mesma... :P




Gostaram?!? Eu, gosto muito... 
Então aqui fica a receita... :*

Ingredientes para o pão:
100g de leite
150g de água
100g de açúcar (uso só 80g)
100g de manteiga amolecida
5g de fermento de padeiro Vahiné
1 pitada de sal
500g de farinha 
1 ovo para pincelar

Ingredientes para a cobertura:
50g de coco 
30g de açúcar
2 colheres de leite

Preparação:
Colocar no copo o leite, a água,o açúcar, o fermento, o sal e a manteiga e programar 2min/ 37º/ Vel 1;
Adicionar 300g de farinha e programar 15 seg/ Vel 6;
Juntar a restante farinha e programar 3 min/ Vel Espiga;
Deixar a massa no copo, a fermentar 30 minutos ou até que a massa dobre de volume;
Dividir a massa em porções de aproximadamente 90g e formar bolas;
Colocar as bolas num tabuleiro de forno com papel vegetal e, com a ajuda de uma faca, fazer uma cruz no meio de cada bola de massa e depois, pincelar com o ovo batido;
À parte, numa taça juntar todos os ingredientes da cobertura, envolver bem e reservar;
Colocar em cada bola de massa um pouco da cobertura de côco e deixar levedar novamente durante 30 minutos;
Depois disso, levar ao forno pré-aquecido a 180º e deixar cozer durante, aproximadamente, 20-25 minutos.
Bom apetite!!! :*

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Parceria Pantagruel

Hoje As várias faces da Ginja tem o orgulho de anunciar uma parceria muitoooo gulosa...  com a Pantagruel!!!


Marca de excelência criada em 1982 pela Imperial, maior fabricante nacional de chocolates, a Pantagruel é a marca de chocolates mais conhecida no nosso país e, sendo eu fã de sobremesas com chocolate, sem dúvida, a minha marca de eleição!!! :*

Com a qualidade a que nos habituou, a Pantagruel, aparece agora com uma imagem renovada muito mais na linha Pantagruel!!! 
Já conhecem o novo rótulo?!?


O que acham desta nova imagem?!?
Eu acho que está muito "clean" e moderna!!! :*

Com os miminhos que chegaram (Obrigada, Pantagruel!!!) não consigo parar de pensar qual a sobremesa que vou fazer para o fim-de-semana... :P
Uma coisa é certa, quando a fizer, publico aqui no blog!!! :*


Só me resta agradecer à marca o voto de confiança e o carinho e profissionalismo da pessoa com quem contactei (Obrigada L.!!!)

Beijinhos :*

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Parceria com os Lacticínios das Marinhas

É com muito orgulho que As várias faces da Ginja anuncia uma nova parceria, desta vez, com os Lacticínios das Marinhas. :*


Eu conheci esta empresa há uns anos atrás, quando estava a leccionar a disciplina de Controlo de Qualidade Alimentar.
Durante as aulas, nos módulos de produtos lácteos, eu usava  os "Lacticínios das Marinhas" como referência e exemplo a seguir, pois tanto a qualidade dos produtos, da manteiga aos queijos, como as práticas utilizadas, são irrepreensíveis!!!

Quem tiver curiosidade e quiser conhecer um pouco da história desta empresa e dos seus produtos pode visitar o site Lacticínios das Marinhas e, quando tiverem oportunidade, não hesitem em provar os seus queijos e manteiga... 

Quero agradecer a simpatia nos contactos estabelecidos e os miminhos que chegaram cá a casa, nomeadamente, um queijo Marinhas, um Marinhais amanteigado, um Queijo Cávado (tipo flamengo) e uma embalagem de queijo cremoso.


Como se diz pelas Beiras...
 "Bem-haja" Lacticínios das Marinhas!!! :*

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Pizza com chouriço e fiambre

Mais um dia de aulas... mais uma refeição... e para hoje apeteceu-me uma pizza!!! :P
Primeira coisa a fazer: a massa para esta ter tempo de levedar!
O passo seguinte, e enquanto a massa leveda, dar uma rápida vista de olhos ao frigorífico e decidir os ingredientes...
Feita a selecção, neste caso, fiambre, chouriço e milho (acabou por ser uma pizza de aproveitamentos!!!), passa-se ao molho (tomate com orégãos, pois claro!) e para a guarnição da pizza.

O resultado final?!? Aqui está ele...
Se podia estar "menos cozida"?!? Poder podia mas... não não ficou! :P
A verdade é que se comeu na mesma e soube muito bem!!! :*





Aqui fica a receita da massa que costumo usar, quanto ao recheio, podem seguir a minha sugestão ou guarnecer a gosto!!! :*

Ingredientes para massa da pizza:
200 g água
50 g azeite
1 c. chá de sal
400 g farinha
1 saqueta de Fermento de Padeiro da Vahiné

Preparação: 
No copo colocar a água, o azeite, o sal e o fermento e programar 2 min/37ºC/vel 2;
Adicionar a farinha e programar 2 min/ vel ;
Retirar e deixar levedar num local morno até dobrar de volume;
Numa superfície polvilhada com farinha e com a ajuda de um rolo estender a massa de modo a que fique fina, colocar os ingredientes escolhidos e levar ao forno pré-aquecido a 220ºC mas, quando coloco a pizza, costumo baixar para os 180ºC durante cerca de 20 minutos.

Fonte: Livro Bimby: Receitas essenciais

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Resultados do Passatempo Fruut, o snack saudável

Ontem chegou ao final o Passatempo Fruut, o snack saudável. 
Desde já agradeço as participações recebidas e desejo a todos boa sorte!!!

Mas vamos ao que interessa e ver quem vai receber em casa os FRUUT!!!!


No total das participações válidas, numeradas de acordo com a ordem de entrada/participação, o random.org "decidiu" que os três vencedores deste passatempo são:

 o nº5 que corresponde à seguidora Dezembro
 o nº12 que corresponde à seguidora Graziela Costa
0 nº4 que corresponde à seguidora EU


PARABÉNS às três vencedoras!!!
Enviem-me uma mp, via facebook, com a morada onde querem receber os FRUUT!!! :*

Mais um vez, obrigada a todos os participantes!!!
Continuem a acompanhar o blog!!!

Beijinhos

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Quiche Lorraine "à ma façon"

O ano lectivo já se iniciou e com ele as viagens para a escola e as refeições fora de casa... :(
Este ano decidi, pelo menos de vez em quando, levar a minha comida de casa e fazer parte do "grupo da marmita". :P
Para além de ficar menos dispendioso, o que em tempo de crise é um factor a ter em conta, posso controlar melhor a minha alimentação evitando alguns excessos (digo eu!). 

Para a primeira refeição, e não sabendo muito bem como as coisas se iriam desenrolar, optei por um clássico bem fácil de fazer, mas do qual gosto muito: uma pseudo- quiche Lorraine. :P

E posso garantir que me soube "que nem ginjas" :)

Aqui estão as fotos da quiche!!! :)
 



Aqui fica a receita...

Ingredientes para a massa (tipo massa quebrada):
200 g farinha
90 g margarina
45 g água
0,5 c. chá de sal
0,5 c. chá de açúcar

Ingredientes para o recheio:
100 g fiambre cortado aos cubos
100 g queijo cortado aos cubos
Milho q.b.
3 ovos
200 g natas (ou seja, 1 pacote)

Preparação:
Colocar no copo todos os ingredientes para a massa e programar 15 seg/vel 6;
Estender a massa com a ajuda de um rolo e forrar uma tarteira;
Colocar no copo os ovos, as natas e programar 15 seg/vel 5; 
Colocar o fiambre, queijo e milho em cima da massa e deitar os ovos e natas batidos;
Levar ao forno, pré aquecido a 180º, durante cerca de 25 minutos ou até ficar dourada.

PS: Embora eu tenha usado fiambre, queijo e milho poderão usar-se uma infinidade de ingredientes (ex: delícias do mar, cenoura, espinafres, etc).

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Arroz de polvo

Com toda esta loucura (leia-se, ansiedade!) do arranque do ano lectivo, não tenho dado a devida atenção à outra ginja cá de casa. Não estou a falar do M., claro, pois esse, do alto dos seus 8 meses, sabe (e muito bem) como exigir a atenção e a presença da mãe, do pai e da restante família. :P 

Mas retomando a minha linha de pensamento, ontem decidi compensar a outra ginja e fazer para o jantar algo que há muito não fazia e ele adora: arroz de polvo!

Aproveitando os produtos da parceria com o Arroz Bom Sucesso, a quem aproveito para agradecer, o jantar ficou mesmo muito bom (mas também com um arroz destes outra coisa não seria de esperar!).

Não que dê para provar, mas como os "olhos também comem" aqui ficam umas fotos do meu arroz... :P




As fotos ficaram bem simples para não fazer a minha ginja esperar e também para deixar "brilhar" a minha taça da Bordallo Pinheiro. :P 

Quanto à receita, aqui fica... 

Ingredientes:
1 polvo congelado (até a 1kg)
1,5 copo Arroz agulha Bom Sucesso 
1 cebola
1 dente de alho
1 ou 2 tomates bem maduros
Azeite
1 folha de louro (não se esqueçam de retirar a nervura central)
Coentros q.b.
Sal e pimenta q.b.

Preparação tradicional:
Num tacho com água e sal, cozer o polvo e, quando cozido, cortar em pedacinhos;
Entretanto, noutro tacho fazer o refogado com o azeite, a cebola, os alhos e a folha de louro;
Deixar refogar um pouc, juntar o tomate cortado em cubos e deixar, de novo, refogar;
Juntar o arroz e deixar fritar um pouco, mexendo de vez em quando;
Juntar 2 copos da água de cozer o polvo e mais um copo de água (devemos ter em atenção que podemos ter de acrescentar água ao longo da cozedura de modo ao arroz cozer e ficar "malandrinho");
Temperar com sal e pimenta e deixar cozer, aproximadamente, 15 minutos;
Passado este tempo, adicionar o polvo, deixar levantar fervura e juntar os coentros picados.
Depois disso, desligar o lume e tapar o tacho e esperar um ou dois minutos antes de servir.
Bom apetite!!! :)

terça-feira, 10 de setembro de 2013

Omelete de claras de ovo com frango e legumes

Depois dos profiteroles (hummmm, e que bons que estavam!!!) e porque estes exageros só podem acontecer de vez em quando, o jantar de domingo teve de ser bem leve e saudável...

A ementa foi: omelete de claras de ovo com frangos e legumes acompanhada de uma salada e de um sumo de melancia!!!

O facto de usar apenas as claras de ovo torna a omelete mais saudável uma vez que ficamos apenas com a proteína, no caso da clara do ovo, a albumina, e não ingerimos a parte mais calórica, a gema. O frango, os legumes e o sumo, completam a refeições fornecendo os restantes nutrientes.

E quem disse que uma refeição saudável não pode ser saborosa?!?





Embora a cor da omelete não ajude muito à fotografia, consegui convencer-vos a experimentar?!? :P
Se sim, aqui fica a receita...

Ingredientes:
Claras de ovo (usei pasteurizadas, mais ou menos o equivalente a 6 claras)
1 cenoura grande
1 tomate
1/2 lata de milho
Rebentos de soja q.b.
Frango desfiado (usei umas sobras de frango assado)
Sal e pimenta q.b.

Preparação:
Cortar a cenoura e tomate em pedaços em cubos;
Numa frigideira ou wook com azeite, saltear os legumes. Quando estes ficarem cozinhados mas ainda crocantes adicionar o frango desfiado e o tomate e deixar cozinhar mais um ou dois minutos;
Entretanto, bater as claras de ovo e temperar com sal e pimenta.
Colocar as claras de ovo dentro da frigideira onde se encontram os legumes e o frango e deixar cozinhar e vá soltando a omelete com a ajuda de uma espátula ou, colocar o todo (clras, legumes e frango) no micro-delícias e levar durante 4 minutos ao microondas.
Servir com uma salada a gosto e...
Bom apetite!!! :)

domingo, 8 de setembro de 2013

Profiteroles com recheio de côco

Depois de uma semana de bom comportamento alimentar eis que chega o (tão desejado) fim-de-semana e não resisto a uma sobremesa bem gulosa... 
A escolha (nada fácil, por sinal) recaiu sobre uns profiteroles com um recheio improvisado, creme pasteleiro com côco!!! :*

E que bem me souberam... Era mesmo do que eu estava a precisar!!! :)

Para os profiteroles segui a receita da massa choux que já tinha colocado num outro post (http://asvariasfacesdaginja.blogspot.pt/2013/05/world-baking-day.html)  e, embora esta sobremesa demore um pouco a fazer, eu acho que vale a pena...

Assim, primeiro fiz os profiteroles propriamente ditos (na foto ainda por rechear!) e só depois tratei do recheio... 


Então aqui fica a receita da massa para os profiteroles:

Ingredientes para massa choux:
160 g farinha 
250 g água 
100 g manteiga 
1 c. chá de sal 
1 pitada de açúcar 
4 ovos

Preparação:
Pesar a farinha e reservar;
No copo colocar a água, a manteiga, o sal, o açúcar e programar 5 min/ 100ºC/ vel 1;
Juntar a farinha de uma vez só e programar 15 seg/ vel 4;
Retirar o copo da base e deixar a massa arrefecer 20 minutos;
Bater os ovos à parte, com a Bimby em funcionamento na vel 4 e, adicioná-los através do bocal da tampa; 
Colocar a massa dentro de um saco pasteleiro e deixe repousar durante 30 minutos; 
Pré aquecer o forno a 180ºC;
Num tabuleiro forrado com papel vegetal, fazer pequenos montes, separados uns dos outros, com a ajuda do saco de pasteleiro;
Reduza a temperatura para 160ºC e leve ao forno cerca de 30 a 40 minutos ou até que fiquem dourados. Deixar os choux arrefecer dentro do forno com a porta entre-aberta;
Depois, é só rechear a gosto, eu desta vez fiz um recheio de creme pasteleiro com côco... Muitoooo bom!!! 

Nesta foto temos os profiteroles já receheados...

Para o recheio segui a receita para o creme pasteleiro mas retirei o limão e acrescentei o côco!!!

Para o creme pasteleiro:
40g de açúcar (a receita do livro base refere 70g)
1 ovo grande
1 colher de sopa de açúcar baunilhado (uso da marca Vahiné!)
300g de leite
15g de amido de milho
Côco ralado q.b.

Preparação:
Colocar o açúcar no copo e pulverizar 10 seg/ vel 9;
Introduzir os restantes ingredientes e programar 6 min/ 90º/vel 4;
Deixar arrefecer um pouco e rechear os profiteroles;
Por fim, e se se desejar, colocar uma cobertura ou de açúcar em pó ou, como eu fiz, de chocolate!!!

Aqui ficam as fotos dos profiteroles no final, já com a cobertura!!!




Ficaram bem gulosos, não acham?!? :*

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Salada de peixe com microvegetais de rabanetes

Com este atribulado início de ano lectivo, não pensem que deixei de cozinhar, não tem é sido possível tirar as fotos do que vou fazendo ou então foram "repetições"... :P

 Ao folhear uma revista vi uma salada que me agradou, no entanto, e como já vem sendo hábito, porque "não aprecio isto" ou "porque não tenho cá em casa aquilo", no final, a minha receita nada tinha a ver com a inicial... :P

Se é melhor ou pior não sei, mas sei que é uma receita diferente sobretudo porque leva um ingrediente que lhe dá um toque picante e a torna especial e ainda mais nutritiva.... os "microvegetais de rabanetes" Life in a bag que eu própria cultivei!!! :*
Para quem ainda não conhece, estes microvegetais têm um sabor intenso, são muito saudáveis e dão um toque a qualquer prato.

O que acham da minha salada?!? :*





Depois da salsa e dos micro-rabanetes fiquei curiosa por experimentar os restantes microvegetais da Life in a bag mas, entretanto, aqui fica a receita desta salada...

Ingredientes:
Filetes de peixe
Couscous
Pimento vermelho
Pepino
Sumo de limão
Azeite q.b.
Sal e pimenta q.b.
micro-rabanetes Life in a bag

Preparação:
Cozer o peixe em água a ferver com sal;
Cozer o couscous de acordo com as intruções da embalagem e reservar;
Cortar o pimento aos cubos e o pepino em fatias finas e colocar numa saladeira;
Adicionar os microvegetais (micro-rabanetes) e o peixe e temperar com o sumo de limão, azeite, sal e pimenta;
Adicionar o couscous, envolver bem e servir!!!
Bom apetite!!! :*

domingo, 1 de setembro de 2013

Paté de delícias do mar e salsa Life in a bag

Neste primeiro dia de setembro que marca o final das minhas férias e o início de um novo ano lectivo, numa nova escola, com novos alunos e novos colegas, decidimos acabar o dia com um churrasco em família.

O churrasco com carnes variadas, as saladas, frutas e pudim foram precedidos por uma entradinha simples mas que eu aprecio bastante... um paté de delícias do mar!!! :)

A entradinha é simples mas gostei das fotos!!! :*
O que acham?!?





A receita é simples, mas fiz uma alteração, acrescentei um pouco de salsa (Life in a bag, claro está!!!) para dar o toque final...

Então aqui fica a receita...

Ingredientes:
Delícias do mar
Pickles
Iogonese ou maioneses light
Salsa Life in a Bag

Preparação:
Com a ajuda de uma picadora (sim, ainda não tenho a minha Bimby comigo! :P ), picar as delícias do mar, colocar numa taça e reservar;
Picar os pickles e juntar às delícias do mar e misturar;
Ir colocando a iogonese ( a gosto) e misturar bem de modo a ficar uma pasta mais ou menos homogénea;
Colocar a salsa Life in a bag picada grosseiramente e voltar a misturar;
Servir fresca e com tostinhas!!! :*

Bom apetite!!! :*