quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Tarte folhada de marisco

E eis que agosto está a chegar ao final...
Amanhã, começa setembro e com ele, um novo ano letivo... 
Assim, o lema foi aproveitar o dia de hoje ao máximo numa ida à piscina em família.
O M* adora e nós também!!! A alegria dele é contagiante!!!
Com esta correria o jantar foi algo bem simples: tarte folhada de marisco.





Quanto à receita, foi inspirada numa da revista Teleculinária Especial Robot de Cozinha de agosto.
Obrigada, Teleculinária pela inspiração!!!

Ingredientes:
1 massa folhada fresca
400g de leite
200g de natas de soja
4 ovos
Milho cozido q.b. (opcional)
1 colher de sopa (bem cheia) de creme de marisco instantâneo
1 colher de salsa picada 
Noz- moscada q.b. (usei Margão)
Flor de Sal Marnoto q.b. (By Necton)

Preparação:
Com a massa folhada forrar uma tarteira e dispor o camarão, as argolas do mar e o milho cozido;
No copo colocar os ovos, o creme de marisco, o leite e as natas e programar 30 seg/ vel 6;
Adicionar a salsa picada, temperar com a noz-moscada e a flor de sal e programar 5 seg/ vel 4;
Deitar o preparado, na tarteira sobre o camarão e argolas do mar, e espalhar por cima as delícias do mar cortadas em pedaços. Levar ao forno, pré-aquecido a 170ºC, até a massa se apresentar dourada (e cozinhada!).

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Manteiga de amendoim homemade

Um destes dias apercebi-me que deixei acabar a manteiga de amendoim cá em casa. Como a que mais gosto é a da marca MyProtein mas tem de ser encomendada online, decidi que era a altura de manteiga de amendoim homemade.
O que mais custa é descascar os amendoins, o resto é fácil...
E fica tão boa!!! :)




Normalmente, esta manteiga é apreciada por desportistas (como é o caso da outra Ginja!).
O amendoim é uma leguminosa rica em aminoácidos essenciais, lípidos insaturados, vitaminas (vitamina E e vitaminas do complexo B) e fibras. 
A desvantagem é o amendoim ser bastante calórico devendo ser consumido com moderação.

Como já disse fazer esta manteiga em casa é super fácil. Eu fiz na Bimby mas desde que tenham  um outro robot de cozinha ou um liquidificador (mas com alguma potência) é só uma questão de tempo (mais ou menos de acordo com o aparelho usado e com a consistência desejada). Começamos por ter tipo uma farinha e, a pouco e pouco, os lípidos vão sendo libertados e começa a formar-se a manteiga.

Quanto à receita, embora tenha visto várias, gostei da do Bimbyworld por só levar mesmo os mesmo amendoins (vi várias receitas com colocavam açúcar ou adoçante e óleo!) e coloquei nos frascos que comprei na DeBorla.
Aqui fica então a receita...

Ingredientes:
350-400g de amendoins (torrados e descascados)

Preparação Bimby:
Colocar os amendoins no copo e programar 30 seg/ vel 6;
Com a espátula, baixar os resíduos das paredes e programar 30 seg 1-3-5-6 progressivamente;
Baixar de novo os resíduos e repetir o passo anterior até obter a consistência desejada.
Colocar em frascos e guardar no frigorífico.

sábado, 20 de agosto de 2016

Bolo mágico de baunilha e mirtilos

Já é de novo fim de semana e pela primeira vez este mês, este vai ser passado por aqui. 
No fim de semana passado, ao ir ao Norte, o meu irmão deu-me mirtilos daí que a sobremesa de hoje seja um bolo mágico de baunilha com mirtilos.  





Este é um bolo que não cresce muito mas é fresco e viciante. 
Sou suspeita porque adoro estes bolos. Sentir na boca aquela diferença de textura torna-os mágicos mesmo!
Toda a decoração (vaso, flores e prato) são da DeBorla. São lindos, não são?!? 
Mas vou deixar-me de conversa e deixar-vos a receita.
Se experimentarem, digam o que acharam, ok?!?

Ingredientes:
4 ovos
1/2 litro de leite
125g de manteiga derretida e já morna
1 saqueta de açúcar baunilhado Vahiné
1 c. sopa de água
150g de açúcar (usei 110g)
110g de farinha
1 vagem de baunilha Vahiné
1 pitada de Flor de Sal Marnoto (ByNecton)
Mirtilos q.b. (usei uns 100g)

Preparação Bimby:
Abrir a vagem de baunilha a meio e raspar com uma faca. Aquecer o leite com as sementes de baunilha e a vagem aberta. Retirar do lume e deixar em infusão pelo menos durante uma hora (quanto mais tempo ficar em infusão mais intenso o sabor!).
Untar a forma com manteiga em spray e forrar com uma folha de papel vegetal (usei uma forma redonda de silicone com 24 cm de diâmetro). Ligar o forno a 180ºC.
Colocar a borboleta no copo bem limpo e seco e bater as claras, sem o copo, com uma pitada de Flor de Sal, 8 min/ 37º C/ Vel. 3.5. Retirar e reservar.
Com a borboleta, bater as gemas com o açúcar, o açúcar baunilhado e a água 8 min/Vel. 3.5. Adicionar a manteiga, derretida e apenas morna misturar na Vel 3. Juntar a farinha (peneirada) e o sal e bater mais uns minutos. Retirar do leite as vagens de baunilha e no copo e programar 1 min/Vel. 3.
Colocar numa taça o preparado e incorporar, delicadamente, as claras em castelo reservadas. Deitar metade da massa na forma untada, colocar "ao acaso" os mirtilos e colocar por cima o resto da massa.
Levar ao forno, a 150ºC, durante 50 minutos (ao sair do forno o bolo está pouco firme!). Levar ao frigorífico pelo menos durante 2 horas ( o ideal é deixar durante a noite) para solidificar a apurar sabores. Servir fresco.

Preparação Tradicional:
Abrir a vagem de baunilha a meio e raspar com uma faca. Aquecer o leite com as sementes de baunilha e a vagem aberta. Retirar do lume e deixar em infusão pelo menos durante uma hora (quanto mais tempo ficar em infusão mais intenso o sabor!).
Untar a forma com manteiga em spray e forrar com uma folha de papel vegetal (usei uma forma redonda de silicone com 24 cm de diâmetro). Ligar o forno a 180ºC.
Bater as claras em castelo com a Flor de Sal e reservar;
Bater as gemas com o açúcar, o açúcar baunilhado e a água até obter uma mistura esbranquiçada. Adicionar a manteiga, derretida e apenas morna, e envolver no preparado. Juntar a farinha (peneirada) e o sal e bater mais uns minutos. Retirar do leite a vagem de baunilha e deitá-lo gradualmente na massa, mexendo sempre.
Incorporar as claras em castelo delicadamente no preparado. Deitar metade da massa na forma untada, colocar "ao acaso" os mirtilos e colocar por cima o resto da massa.
Levar ao forno, a 150ºC, durante 50 minutos (ao sair do forno o bolo está pouco firme!). Levar ao frigorífico pelo menos durante 2 horas ( o ideal é deixar durante a noite) para solidificar a apurar sabores. Servir fresco.


sexta-feira, 19 de agosto de 2016

O blog na revista Segredos de Cozinha

Fiquei muito contente quando fui convidada a fazer uma receita para ser publicada na revista Segredos de Cozinha do mês de agosto.
Não precisei de pensar muito e aceitei quase de imediato. Afinal, não é todos os dias que recebemos um convite destes.
O passo seguinte foi decidir a receita que iria fazer e  aí, e pensando na altura em que a edição iria estar nas bancas, optei por um cheesecake de limão.
Gostei imenso de ver o meu cheesecake naquelas páginas!!!


Por uma questão de ética para com a editora só colocarei a receita mais tarde mas garanto-vos que vale a pena comprar a revista pois tem muito boas sugestões.
Para quem quiser espreitar ou, quem sabe, comprar a revista, aqui fica a capa para a conseguirem identificar.


Alguém já tem a revista?!?
E o que acharam?!?
Fico à espera do vosso feed-back.
Beijinhos!

Salada de massa (couscous), argolas do mar e camarão

Depois da praia foi a vez de irmos uns dias ao Norte visitar a (minha) família e dar um pulinho ao Gerês.
Como só eu e o M* estamos realmente de férias, não podemos tirar muitos dias seguidos. Além disso, quando se tem animais custa deixá-los muito tempo. Assim, as nossas férias vão sendo repartidas e diversificadas o que também não é mau de todo...

A receita de hoje vi-a no buffet do hotel onde ficamos na ida à praia e decidi reproduzi-la, com as minhas alterações, cá em casa.
É uma boa sugestão até para levar para a praia, uma vez que fica saborosa mesmo fria (até porque foi fria que foi servida no hotel!).
Aqui fica então a salada de massa (couscous), argolas do mar e camarão.






O açafrão e o pimentos dão-lhe um sabor e uma cor fantásticos.
É tipicamente um prato de verão servido nos meus pratos da DeBorla !!!
Quanto à receita, como devem perceber, meio improvisada, aqui fica.

Ingredientes:
Azeite q.b.
1 dente de alho
1/2 cebola
1/2 pimento vermelho
1/2 pimento verde
Flor de Sal Marnoto (By Necton) q.b.
Pimenta Margão
1 colher de chá de açafrão das índias Margão
Massinhas (usei tipo couscous) q.b.

Preparação:
Num tacho cozer a massa com um fio de azeite e uma pitada de sal. Quando pronta, escorrer e reservar.
Numa frigideira anti-aderente (usei a minha da DeBorla) aquecer um fio de azeite, juntar os dentes de alho e a cebola, picados finamente e deixar cozinhar uns minutos.
Adicionar o miolo de camarão e as argolas do mar, previamente descongelados, e os pimentos cortados em pedaços e temperar com a flor de sal e a pimenta. Deixar, em lume brando, até dourar. 
Acrescentar um pouco de água (pouca mesmo e de preferência quente) e, quando levantar fervura, adicionar o açafrão. Misturar bem. Adicionar a massa reservada, envolver e deixar só um minuto ou dois para ganhar cor. 
Se a água que acrescentamos foi absorvida, servir. Caso a mistura tenha ficado aguada, escorrer antes de servir. Pode servir-se quente ou fria.

sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Mini quiches de bacalhau

Mais uma sugestão para as férias e dias quentes: mini quiches de bacalhau.
Acompanhadas com uma salada temos uma refeição leve e saudável q.b..





Para a cortar o alho-francês em rodelas bem finas usei a minha mandolina da Börner (ver aqui).


Tudo o resto, tarteiras, ardósia para servir, taça para a salada e planta decorativa, são da DeBorla!!!

Ingredientes:
1 cebola
2 dentes de alho
1/2 pimento vermelho
1/2 pimento verde
1 alho-francês pequeno
1 massa folhada fresca
2 ovos
2 dl de leite
1 colher de farinha
Flor de Sal Marnoto (By Necton) q.b.
Pimenta Margão q.b.
Azeite q.b.

Preparação:
Cozer o bacalhau e reservar.
Picar a cebola e os alhos e refogar no azeite. Cortar os pimentos em cubos e o alho-francês em rodelas com a mandolina. Juntar ao refogado e temperar com a Flor de Sal e pimenta.
Adicionar o bacalhau desfiado reservado e envolver bem. Deixar cozinhar uns minutos. Retirar do lume e reservar. 
Com a massa folhada, forrar as tarteiras e reservar.
Numa tigela, misturar os ovos com o leite e adicionar a colher de farinha (eu dissolvo num pouco de leite antes de colocar para não ficar com grumos) e temperar com sal e pimenta. Juntar ao preparado do bacalhau, envolver bem e levar ao forno, previamente aquecido a 180ºC, até estarem cozinhadas.

O produto Marnoto que usei:

quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Dia de compras para o blog

Hoje foi dia de ir à DeBorla! :)
Podem não perceber mas adoro andar pela loja a ver as novidades. 
Pareço uma criança numa loja de brinquedos... Vou andando, apreciando, imaginando cenários e sorrindo. Quem passa por mim deve estranhar mas, sou eu nem me apercebo!!!
Desta vez, para além das novidades também fui atraída pelos saldos.
Tinha visto um catálogo dos saldos (podem ver aqui) e já tinha um ou outro artigo em vista mas na loja existem muitos mais produtos que não constam do catálogo.
Ao chegar a casa foi altura de tirar umas fotos às minhas compras e, desta vez, tirei as fotos cá fora porque o meu "lounge" também ganhou umas almofadas lindas (2 delas para os sofás e 1 para a cadeira suspensa que comprei num dos aniversários DeBorla).
Quanto aos outros artigos, posso dizer que amei uns copos que têm literalmente a receita da bebida no exterior (trouxe um para mojito, um para magarita e outro para pina colada) e mais uma vez um conjunto de louça em grés linda azul, linda!



Em saldo, optei por um cake-stand grande (já tenho um mais pequeno dessa colecção!) e um conjunto para servir aperitivos (inclui uma ardósia e doze peças!!!).


É claro que trouxe mais uns copos para servir de "verrines" e uma ou outra peça das quais vos falarei quando surgirem no blog!!!
Para servir ou receber com estilo não é preciso fazer um grande investimento.
Se têm uma loja DeBorla por perto aproveitem e passem por lá pois os saldos acabam já no dia 15 de agosto.
Beijinhos!!!

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Uma pseudo-paelha de camarão

As férias chegaram... :)
E como estávamos a precisar cá por casa!!!
O deixar de ter horários (pronto, continuamos com os do M*!), o deixar de cumprir prazos, o poder relaxar um pouco e o estar, pelo menos durante uns dias, perto do mar!!!
Foram poucos dias fora de casa mas as férias continuam e, por isso, até a sugestão de hoje está em sintonia, com muita cor mas sem dar muito trabalho: uma pseudo-paelha de camarão!!!






A ideia surgiu ao folhear a revista Magazine do mês passado mas tive de fazer algumas adaptações.
Os utensílios, incluindo a frigideira anti-aderente (e super fotogénica), são DeBorla, claro!!! :)

Ingredientes:
Azeite q.b.
2 dentes de alho
1 cebola
1 pimento vermelho
Flor de Sal Marnoto (By Necton) q.b.
Pimenta Margão
1 colher de chá de açafrão das índias Margão
Água a ferver q.b.
1 chávena de ervilhas 
Coentros (opcional)

Preparação:
Numa frigideira anti-aderente (DeBorla) aquecer um fio de azeite, juntar os dentes de alho e a cebola, picados finamente. Deixar cozinhar uns minutos.
Adicionar o miolo de camarão, previamente descongelado, e o pimento cortado às tiras e temperar com a flor de sal e a pimenta e fritar até dourar. Reservar.
Sem lavar a frigideira, acrescentar um pouco mais de azeite, o arroz e, quando começar a fritar, adicionar o açafrão. Misturar bem.
Transferir o arroz para um tacho e juntar água. Temperar com a flor de sal e pimenta e tapar. Uns minutos antes de terminar a cozedura, adicionar metade dos camarões e pimentos e as ervilhas e envolver devagar.
Retirar o arroz do lume e decorar com os restantes camarões e pimentos. Pode polvilhar com coentros.
O produto Marnoto que usei:

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Gelado de cookies

Hoje, 1 de agosto, o desafio do "Dia um... Na cozinha" era fazer um gelado.
Depois de alguns meses sem participar, hoje tinha mesmo de ser (ainda que em "contra-relógio"!).
Para além de muito bom, este gelado é-me muito especial pois costumava fazê-lo para o meu pai, que o adorava!!! 
O sabor e o encontrar, ora pedaços de bolacha, ora pepitas de chocolate fazem dele um gelado viciante.
Por razões óbvias,  e para além do M* estar constantemente a perguntar "mamã, já posso comer o gelado?"a "sessão fotográfica" teve de ser bem rápida mas, no final, tive o prazer de ver o meu filho a lambuzar-se com o gelado!!!





Aqui fica então a receita e, como podem ver, mais simples, é impossível!
Para conservar optei pela forma em silicone (DeBorla), para servir usei a colher em forma de gelado com a qual o M* delirou (também DeBorla)!!!
Se preferirem bolachas Oreo podem espreitar aqui.
Beijinhos!!! :)

Ingredientes:
1/2 pacote de bolachas (tipo cookies)
1/2 lata de leite condensado magro
2 pacotes de natas

Preparação:
Partir grosseiramente as bolachas e reservar;
Bater as natas até ficarem firmes, na Bimby ou com uma batedeira, e colocar num recipiente que possa ir ao congelador;
Envolver o leite condensado nas natas sem não mexer demasiado;
Adicionar as bolachas e envolver novamente de forma a ficarem bem distribuídas;
Levar ao congelador e retirar uns minutos antes de servir...
Bom apetite!!! :*

NOTA: De modo a usar a lata de leite condensado inteira, pode duplicar-se a receita.
Deve usar-se natas para bater e estas devem estar bem frescas!!! Se usarem a Bimby para bater as natas, é preciso estar atento pois elas passam rapidamente a manteiga!!! :*

https://www.facebook.com/groups/diaumnacozinha