quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

Açúcar em pó

O dia está cinzento e eu, não estou muito melhor do que ele... Ontem, embora tenha ido trabalhar, já não estava bem e com o chegar da noite piorei bastante. 
Mas deixemos a minha constipação de lado e passemos ao que interessa... Hoje tenho uma dica para vocês. Para algumas de vocês não é novidade mas para quem adquiriu o robot à pouco tempo, pode ser. Sabiam que com o nosso robot podemos facilmente (leia-se, em segundos!) fazer aquele açúcar em pó caríssimo usado em pastelaria?
Fica perfeito, igual ao de compra e fica ao preço do açúcar normal, ou seja, muito mais barato! ❤


Como fazer, perguntam vocês?
Muito fácil... a única exigência é que o copo e a lâmina estejam limpos e bem secos. Depois de feito o açúcar em pó, podem usar logo ou guardar em frascos para usar mais tarde.
Espero que a dica seja útil para alguém!!!
Até breve!!! ❤

Ingredientes:
100g de açúcar branco

Preparação:
Colocar o açúcar no copo bem limpo e seco (Nota: A lâmina também deve estar bem seca);
Colocar em cima do copinho um guardanapo para não deixar o pó sair;
Programar 1 minuto e ir progressivamente da velocidade 5 para a 7 e depois para a 10;
Não abrir logo a tampa de modo a dar tempo para o pó depositar;
Usar o açúcar em pó de imediato ou guardar em frascos limpos e bem secos.

sábado, 26 de janeiro de 2019

Iogurte natural caseiro

Já alguma vez fizeram iogurtes em casa? Eu faço algumas vezes e porquê perguntam vocês? 
Poderia dizer que é por ser mais económico mas, na verdade, nem é por aí...
Se faço iogurtes em casa é por serem mais saudáveis e eu gostar realmente do sabor. 





Este é natural sem adição de açúcar mas podemos ir testando e variando texturas e sabores, o que gosto imenso.
E vocês, costumam fazer iogurtes em casa?
Até breve!!! ❤

Ingredientes:
1 saqueta de Preparado em pó para iogurte caseiro Condi
1 litro de leite (usei meio-gordo)

Preparação:
Verter o conteúdo de uma saqueta para um recipiente.
Adicionar, pouco a pouco, 1 litro de leite, ligeiramente aquecido (37-40ºC), mexendo até dissolver.
Distribuir o preparado em frascos e colocá-los, sem tampa, na iogurteira durante cerca de 8 a 12 horas, consoante a consistência desejada.
Após este período, retirar os frascos da iogurteira e colocar as tampas. Uma vez preparados, conservar no frigorífico.

sábado, 19 de janeiro de 2019

Hambúrguer simples e batatas fritas Country (no forno)

Hoje está frio e chove imenso o que convida a ficar em casa. 
O M* queria batatas fritas e, como é fim-de-semana, eu cedi e preparei uns hambúrgueres com batatas fritas no forno (as Country da McCain).




Gosto muito destas batatas pois para além de poderem ser confeccionadas no forno, adoro o corto grosso.
Ficam mesmo muito boas. Mas não sou só eu, o M* e a outra Ginja, também adoram!
Podem optar por comprar os hambúrgueres ou comprar carne picada e fazê-los vocês próprios. 
Sempre que posso, gosto de os fazer com uma mistura de carne de bovino e de porco e uso um utensílio em plástico para os moldar, o que ajuda imenso. Na altura de os grelhar, tempero-os com sal e pimenta acabada de moer e depois é só colocar no pão com alface, tomate, queijo (se gostarem, claro!) e um molho, a gosto.
As batatas são super rápidas, depois do forno quente em 15 minutos estão prontas.
Para a próxima vou tentar fazer o pão para hambúrguer e quando o fizer conto-vos como correu.
Até breve!!! ❤

terça-feira, 8 de janeiro de 2019

"Um livro por mês"- Tartes caseiras

Hoje lancei a mim própria o desafio de vos falar dos livros que me inspiram. Assim, uma vez por mês, escolherei um dos livros e vos falarei um pouco dele.
O primeiro livro é o "Tartes caseira" da linda Lomelino. 


Este é um livro lindo, inspirador, repleto de receitas de tartes, dicas e fotografias fantásticas bem ao estilo da autora e que dá vontade de ir para a cozinha e pôr, literalmente, a mão na massa. Tem uma enorme variedade de receitas de tartes, pastéis e galetes, apresentando também versões sem glúten. Moral da história, não resisti a comprar... Eu adoro livros e, normalmente, aproveito os descontos da Wook. Se quiserem espreitar a ficha do livro vejam aqui.
É um livro muito bem estruturado, apelativo e foi, sem dúvida, um bom investimento.
Conhecem este livro ou são fãs da autora?
Gostam deste tipo de post?
Beijinhos!!! ❤

sexta-feira, 4 de janeiro de 2019

Mousse de Oreo

E eis que chegamos a 2019 e a euforia das festas passou... Agora, temos de voltar à realidade e retomar o trabalho e as tarefas diárias. Custa muito mas tem de ser...
Por aqui a passagem do ano é uma loucura pois, no dia 1 de janeiro, é o aniversário do meu filhote e começamos logo a festejar à meia-noite. No dia a seguir  a festa continua... :)
Fiz imensas sobremesas mas esta mousse de Oreo foi especialmente pedida pelo M* e eu não podia dizer que não ao aniversariante.




Na verdade, eu até gostei desta mousse mas vi várias receitas e tive de cortar tanto nas bolachas como na quantidade de leite condensado para ficar a nosso gosto.
E vocês, costumam fazer esta mousse?!?
Eu vou repetir, com certeza pois tanto eu como o M* ficamos fãs!!!
A ver vamos se consigo arranjar um tempinho para colocar algumas fotos das outras sobremesas e do bolo de anos do M*.
Ah, e já sabem, se gostaram da receita sintam-se à vontade para partilhar!!!
Até breve!!! ❤

Ingredientes:
2 embalagens de natas (bem frias e com, no mínimo, 33% de gordura)
14 bolachas Oreo
2/3 lata leite condensado light (Se gosta de sobremesas bem doces coloque a lata de leite condensado inteira)

Preparação Bimby:
Colocar no copo as bolachas e triturar uns 15 segundos a velocidade 6. Reservar.
Colocar no copo a "borboleta" e as natas bem frias (costumo colocar no congelador cerca de 20 minutos antes de as usar) e programar 2 min/ vel 3,5 sem o copo, para poder controlar a consistência. (Nota: Um pacote de natas demora aproximadamente  entre 1,5 a 2 minutos, a bater, dependendo da quantidade de gordura e da temperatura .)
Retirar a borboleta, adicionar o leite condensado e programar 20 seg/ vel 4.
Adicionar as bolachas oreos reservadas e envolver bem com a espátula.