quinta-feira, 30 de maio de 2013

Compota "rápida" de morango

Para quem aprecia doces e compotas, esta é uma boa maneira de gastar os morangos.
No meu caso, na altura em que os morangos abundam, arranjo-os e congelo-os. Assim, em qualquer altura do ano, tenho morangos para fazer, por exemplo, uma compota caseira.
Esta receita de compota baseia-se na receita do livro base da Bimby, mas, como não podia deixar de ser, adaptei-a ao gosto cá de casa!!!
Além disso, costumo usar Açúcar para Compotas da Sidul. 
Este açúcar  é próprio para doces e compotas pois apresenta um componente, a pectina, que existe na parede das células dos vegetais, e cuja finalidade é aumentar a consistência (daí que a compota se faça mais rapido!!!).




O que acham das novas fotos?!?
Se quiserem experimentar, aqui fica a receita...

Ingredientes:
500g de morangos
250g de Açúcar para compotas da Sidul 
1/2 limão descascado (sem parte branca nem caroços)

Preparação:
No juntar todos os ingredientes e programar 10 seg /vel 5 (se quisermos encontrar pedaços no doce, guarde uma parte dos morangos e acrescente só no passo seguinte);
Programar 15 min /varoma /vel 1 e substituir o copo de medida pelo cesto (este passo permite uma maior/ mais rápida evaporação).
No final do tempo, verificar se a compota apresenta a consistência desejada e, se necessário, programar mais 5 min /varoma /vel 1 (normalmente, não é necessário, mas depende dos morangos e do gosto de cada um!!!).
Quando o doce estiver pronto, colocar nos frascos esterilizados, tapar enquanto quentes (para diminuir a proliferação bacteriana) e colocar os frascos ao contrário (o que cria um "vácuo natural" que ajuda a conservar o doce).

Nota: O facto de se reduzir a quantidade de açúcar, diminui também o tempo de conservação da compota, uma vez que é o açúcar o responsável pela conservação. Daí que esta deva ser guardada no frigorífico. Se quiserem uma receita de compota que aguente mais tempo, terão de aumentar bastante a quantidade de açúcar.

domingo, 26 de maio de 2013

Rissóis de frango

"Na Natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma", é esta lei, conhecida como Lei de Lavoisier, ou pelo menos a parte do "nada se perde, tudo se transforma", que tento aplicar cá em casa. Estamos em tempos de crise mas, independentemente disso, o desperdício faz-me confusão. 
Todos os dias tento evitar o desperdício na cozinha... e quando a comida sobra, tento arranjar uma saborosa solução! É preciso é imaginação... 

Os restos de um frango assado podem ser aproveitados para fazer uma frango à Brás, empadas, rissóis, etc.
Foi o que aconteceu esta semana cá em casa... As sobras de frango deram lugar a uma empada XL, que desapareceu ao ser servida com uma salada diversificada, e a rissóis, que foram congelados e aguardam pela sua vez...



Receita dos rissóis: (por norma uso a receita do livro base)
Ingredientes para a massa:
250 g farinha
250 g água
30 g manteiga
5 g azeite
1 pitada de sal

Ingredientes para o recheio:
400g Sobras de frango desfiado
1 dente de alho
60g cebola
40g cenoura
15g azeite
70g polpa de tomate
1 colher de açúcar
1 colher de chá de tomilho
250g leite
20g manteiga
15g farinha
Sal, pimenta e noz-moscada qb

1 ovo
Pão ralado

Preparação:
Pese a farinha e reserve.
Coloque no copo a água, a manteiga, o azeite, o sal e programe 5 min/100ºC/vel 1.
Junte a farinha de uma só vez e programe 20 seg/vel 4. Retire a massa e deixe arrefecer.
Coloque no copo o alho, a cebola, a cenoura e o azeite e pique 5 seg/vel 5 e refogue 5 min/varoma/vel 1.
Adicione a polpa de tomate, o tomilho e o açúcar e programe 5 min/100ºC/vel 1.
Adicione o frango , o sal a pimenta e programe, mais uma vez, 5 min/100ºC/Linkslauf/Sanftrührstufe. Prove, retifique os temperos, se necessário. Retire e reserve.
Coloque no copo o leite, a manteiga, 1/2 colher de chá de sal, a noz-moscada e a pimenta e programe 6 min/90ºC/vel 4.
Mistura a carne reservada no molho e envolva bem com a espátula. 
Numa superfície estenda a massa com ajuda de um rolo, e recheie com o preparado de frango.
Depois de recheados, passe os rissóis por ovo batido e depois por pão ralado. Levar a congelar.
E... bom apetite!!! :)

domingo, 19 de maio de 2013

World Baking Day

Hoje é o World Baking Day e embora com pouco tempo decidi dar o meu singelo contributo. Se o objectivo era fazer um bolo (ou bolinhos) que nunca tivéssemos feito eu optei por uns "Profiteroles recheados com um creme de caramelo" que me tinham ficado gravados na memória desde o workshop da Bimby... 
A primeira reacção dos "jurados" cá de casa  foi "de caramelo?!?" Mas, depois de provar, todos gostaram!!!


Os profiteroles são feitos com uma massa chamada de "pâte à choux". Esta é uma massa fácil de fazer e, sobretudo, muito versátil. Com ela podemos fazer imensas receitas não só de doces, como os éclaires, as réligieuses e o Paris-Brest, que me levam de volta à minha infância, mas também versões salgadas, para entradas e para os menos gulosos. A massa é sempre feita da mesma maneira (a diferença é o não colocar açúcar no caso de receitas salgadas) e depois é só usar a criatividade para criar os recheios a utlizar. 
Eu usei um creme de caramelo (que aprendi a fazer no workshop da Bimby!!!) mas para a próxima vou tentar fazer um creme de café (para o marido) e um de chocolate (para "moi-même").

Aqui fica a receita!

Ingredientes para massa choux:
160 g farinha
250 g água
100 g manteiga
1 c. chá de sal
1 pitada de açúcar
4 ovos

Preparação:
Pesar a farinha e reservar;
No copo colocar a água, a manteiga, o sal, o açúcar e programar 5 min/ 100ºC/ vel 1;
Juntar a farinha de uma vez só e programar 15 seg/ vel 4;
Retirar o copo da base e deixar a massa arrefecer 20 minutos;
Bater os ovos à parte, com a Bimby em funcionamento na vel 4  e, adicioná-los através do bocal da tampa;
Colocar a massa dentro de um saco pasteleiro e deixe repousar durante 30 minutos;
Pré aquecer o forno a 180ºC;
Num tabuleiro forrado com papel vegetal, fazer pequenos montes, separados uns dos outros, com a ajuda do saco de pasteleiro;
Reduza a temperatura para 160ºC e leve ao forno cerca de 30 a 40 minutos ou até que fiquem dourados. Deixar os choux arrefecer dentro do forno com a porta entre-aberta;
Depois, é só rechear a gosto!!! :)

Fonte: Livro Base

quinta-feira, 16 de maio de 2013

Maio é mês de aniversário cá em casa... ;)

No mês de maio temos aniversário cá em casa e, como não podia deixar de ser, fez-se um bolo!!! 
Quando vi uma foto do bolo "chiqueirinho", publicada pela  blogger do "Doces e docinhos da Gi" adorei e fiquei logo com vontade de o fazer!!! Para bolo, propriamente dito, não segui a receita proposta, fiz o bolo que se aprecia cá em casa à base de amêndoa mas para a decoração do bolo, aí sim, inspirei-me na dita publicação!!! 
Obrigada Gi, pela disponibilidade!!! ;)






quarta-feira, 15 de maio de 2013

Hoje foi dia de Workshop Bimby :)

Gosto de cozinhar... É claro que tenho uma grande aliada, a minha Bimby, mas, mesmo  antes de a ter,  eu já gostava de cozinhar...
Hoje foi dia de workshop da Bimby!!! Estive bastante tempo à espera deste workshop mas não fiquei nada desiludida. Foram duas horas de pura animação em que se fizeram (e degustaram) uma série de receitas.  Sopa, salada, sumo, manteiga, e até, uma sobremesa!!! Durante o workshop, as participantes foram partilhando as suas experiências e colocando as suas dúvidas e foram sendo apresentadas dicas valiosas para tirarmos o máximo partido da máquina. Gostei bastante... Venha o próximo workshop!!! :)


Cheguei a casa e só me apetecia "pôr mãos-à-obra" mas o filhote precisava da mamã...
Não faz mal, vingo-me no fim-de-semana e depois... partilho aqui!!!

Gosto de plantas...

Assumo, gosto de plantas. É talvez mais fácil gostar de animais (e eu também gosto, claro!!!) mas eu gosto mesmo de plantas. Talvez por isso eu tenha plantas de interior, de exterior, plantas aromáticas, aquáticas, umas ornamentais outras que dão frutos... Se dão trabalho?! Pois dão, mas também nada se obtém sem trabalho (pelo menos aqui por casa!)... mas é muito gratificante ver uma flor a abrir, colher um fruto ou, simplesmente, usar algo que "nosso" numa receita!!!
Aqui ficam alguns dos meus exemplares para quem goste também... :)




Nome comum: Gazânia
Nome científico: Gazania rigens




Nome comum: Chorão-das-praias
Nome científico: Carpobrotus edulis




Nome comum: Nenúfar branco
Nome científico: Nymphaea alba



Nome comum: Nenúfar rosa
Nome científico: Nymphaea carnea



Nome comum: Nenúfar amarelo
Nome científico: Nymphaea chromatella



Nome comum: Lírio roxo
Nome científico: Iris subbiflora


Obviamente que não tenho apenas estas espécies no meu modesto "Farmeville", a pouco e pouco, coloco aqui mais fotos...

PS: O "Farmeville" tem uma nova espécie acabada de chegar... uma Rubus idaeus!!! ;) Nada mais nada menos do que uma framboeseira)

sábado, 11 de maio de 2013

Hoje nasceu mais um blog...


Pois é, hoje nasceu mais um blog... Pode parecer um blog como tantos outros mas este apresenta, desde já uma (pequena) diferença... este blog não se vai dedicar apenas a uma temática. 
Porque trabalho fora de casa, sou esposa e mãe mas também sou mulher... porque gosto de coisas tão diferentes como manualidades, culinária, fotografia, natureza e moda... 
Porque esta Ginja não tem apenas uma "face"... mas várias!!! :)